Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Lutador do UFC Carlos Diego desembarca em Manaus para ‘matar a saudade’

O amazonense chegou nesta terça (29), na capital, para recarregar as baterias e rever sua família e amigos. O atleta concedeu entrevista ao Manaus Hoje

‘Seu’ Carlos não viu a primeira luta do filho no UFC (que durou só 38 segundos). Amazonense agora luta no dia 30 de agosto

‘Seu’ Carlos não viu a primeira luta do filho no UFC (que durou só 38 segundos). Amazonense agora luta no dia 30 de agosto (Bruno Kelly)

O lutador amazonense do UFC Carlos Diego, 29, desembarcou na madrugada desta terça-feira (29), em Manaus, onde deve ficar até o próximo dia 15 de agosto. Exatamente duas semanas antes de sua segunda luta na franquia, no UFC 177, que acontece no dia 30, em Sacramento, capital do estado norte-americano da Califórnia (EUA).

O atleta trouxe nas malas saudades, felicidade para a família e alguns equipamentos para seus treinos. Na tarde de ontem, ele recebeu a equipe do MANAUS HOJE para um bate-papo no bairro de Petrópolis, local onde deu seus primeiros passos no esporte.

Diego contou que pretende aproveitar ao máximo cada momento ao lado de sua família nesses dias. E a fama conquistada após entrar no Ultimate já foi sentida em uma rápida caminhada pelas ruas do bairro da zona Sul de Manaus. “Fui na taberna aqui perto de casa e quase não voltei mais. As pessoas me pararam para cumprimentar, parabenizar e tirar fotos. Isso tudo é muito bom, pois percebo que todo meu sacrifício hoje é recompensado com todo esse carinho que recebo. A diferença é muito grande, pois as pessoas me enxergam agora de uma maneira diferente. É uma sensação muito boa”, confessou o casca grossa.

Sem perder o foco de olho no próximo confronto no UFC, que será contra o norte-americano Ramsey Nijem, Diego não perdeu tempo e, ainda ontem, voltou às suas origens treinando em uma das academias onde praticava jiu-jítsu quando morava em Manaus. “Cheguei na madrugada e já treinei pela manhã. Já deu para sentir o calor bom daqui de Manaus de novo. Recordei bastante de quando morava e treinava aqui, principalmente lá no Clube Pina, no Japiim”, frisou.

“No dia 15 volto para os Estados Unidos. Onde no dia 25 vou para a cidade de Sacramento, local onde a luta vai acontecer, e mesmo aqui em Manaus estou assistindo aos vídeos do meu adversário para ficar ligado no jogo dele, pesquisarei mais sobre ele para fazer uma boa luta e representar cada vez mais meu estado”, completou o peso leve do UFC.