Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

MMA do Amazonas revela talentos para a primeira Copa do Mundo da modalidade

Seletiva da Região Norte, que acontece este fim de semana em Manaus, definirá nomes que disputarão vaga na Seleção Brasileira de MMA amador

Lutas serão de dois rounds de cinco minutos e terão regras mais rigorosas

Lutas serão de dois rounds de cinco minutos e terão regras mais rigorosas (Marcio Melo/Arquivo AC)

Não é só a Copa do Mundo de Futebol que vai movimentar o universo do esporte em 2014. Em 4 de julho deste ano, no feriado de independência americano – o mesmo em que pode acontecer a esperada defesa do cinturão dos médios do UFC entre Cris Weidman e Vitor Belfort – está programada também a 1ª Copa do Mundo de MMA Amador, em Las Vegas, Nevada, casa preferencial do maior evento de MMA do mundo. O evento, que é promovido pela International Mixed Martial Arts Federation (Immaf), acontece paralelamente à UFC Fan Expo, a maior feira de lutas do mundo.

E para representar o Brasil na inédita Copa do Mundo, a Comissão Atlética Brasileira de MMA (Cabmma) está promovendo seletivas em cada uma das cinco regiões brasileiras, com 128 atletas cada, em oito categorias masculinas e quatro femininas. Na região Norte, a seletiva acontece em Manaus, no próximo final de semana (sábado e domingo), na Associação dos Sub-tenentes e Sargentos da Polícia Militar e Bombeiros, em Petrópolis. A entrada será três quilo de alimento não-perecível.

Segundo o organizador do evento e representante da Comissão Atlética Brasileira na Região Norte Aroldo Duarte, a região foi a que mais recebeu inscrições de atletas em comparação às outras seletivas no resto do País. Ele explica que a expectativa da própria imprensa nacional é de haver muitos representantes do Amazonas na Seleção Brasileira, dado o sucesso de nomes como José Aldo, Adriano Martins e Ronys Torres. “O pessoal está esperando que haja um amazonense em pelo menos cada categoria”, diz ele.

Proteção maior
A fim de proteger a integridade física dos atletas, na seletiva local as regras do combate serão bem mais rigorosas. As lutas terão apenas dois rounds de cinco minutos e alguns golpes serão proibidos. A luva utilizada será a de 33 onças, que é um pouco mais cheia do que a normal utilizada normalmente. Em cada categoria, serão 16 atletas em disputa, de onde sairão apenas três para representar a Região Norte na seletiva nacional.

Já a seleção final será definida em abril deste ano, no Rio de Janeiro, de onde sairão os 12 atletas que formarão a seleção brasileira de MMA amador. Os representantes nacionais na Copa do Mundo deverão receber acompanhamento médico, nutricional, psicológico, equipamento de ponta e até aulas de inglês para se preparar para a viagem. “Os atletas vão viajar três semanas antes da competição e fazer um intercâmbio pelas academias de Las Vegas”, adianta Aroldo.