Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

“Foi Maldade!”, condenou a viúva de Fernandão sobre os gritos da torcida do Grêmio

O Gre-Nal do último domingo (10) foi marcado pelos cânticos de parte da torcida do Tricolor em comemoração pela morte do ídolo colorado


Viúva de Fernandão se indignou ao ouvir o cântico da torcida do Grêmio sobre a morte do ídolo colorado.

Viúva de Fernandão se indignou ao ouvir o cântico da torcida do Grêmio sobre a morte do ídolo colorado. (Reprodução/internet)

A viúva do atacante Fernandão, Fernanda Costa criticou a atitude de alguns torcedores do Grêmio, que cantaram em “comemoração” pela morte do jogador durante o Gre-Nal 402. Fernanda externou nas redes sociais, toda sua tristeza com a atitude de parte da torcida adversária, que tratou a trágica morte do ex-camisa 9 do Internacional como piada.

Os gremistas entoaram um cântico zombando a morte de Fernandão, um dos maiores ídolos do Colorado (apelido do Inter). "Oh, o Fernandão morreu!!", gritavam os gremistas nas arquibancadas do Beira-Rio, casa do Internacional.

"Foi maldade! Para minha família, o ser está acima de time, raça, cor, religião! Sinto pena daquelas pessoas, pois hoje, mais do que nunca, tenho a real noção do que tem valor na vida! Devem estar com vergonha", escreveu.

Fernanda se disse ainda mais indignada com a provocação, pois estava acompanhada dos filhos do casal, que foram ao jogo justamente do Dia dos Pais. Os torcedores colorados, irritados com a situação, usaram a ironia para coibir a atitude rival. Aplaudiram ironicamente a ação e, em maior número, abafaram os gritos exaltando o Fernandão. 

Apesar do desabafo, a viúva fez questão de elogiar o comportamento de outros gremistas, que confortaram a família pela morte do craque do Inter, vítima de acidente aéreo no início de junho, em Goiás. O agradecimento se estendeu para colorados e gaúchos.

"Quero agradecer em especial dirigentes e torcedores do Grêmio, pois recebi deles também muito carinho! Sei que acima de clube, somos pessoas, e o Fer sabia como ninguém respeitar isso".