Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Atleta sem uma perna ,vence os desafios e dá show de superação

Mesmo com todas as suas limitações, já que não possui uma perna, ele não deixou o seu sonho de lado e apostou todas as fichas no poder de um dia olhar pra trás e saber que pode viver tudo aquilo que teve vontade

Thiago joga entre os meninos de sua idade e é ‘celebridade’ no bairro da União. Ele prova que vale a pena ir atrás de um sonho

Thiago joga entre os meninos de sua idade e é ‘celebridade’ no bairro da União. Ele prova que vale a pena ir atrás de um sonho (Bruno Kelly)

Não há limites para um ser-humano quando ele tem um sonho. Correr, andar de bicicleta, brincar de bola e saltar pipa é um das brincadeiras preferidas da garotada. A infância de muitos é sempre uma das melhores fases da vida. A não “responsabilidade” com o trabalho, já que o único dever é estudar, faz com que esses momentos se tornem mais prazerosos. 

Thiago Barbosa, 15, é a prova viva disso. Mesmo com todas as suas limitações, já que não possui uma perna, ele não deixou o seu sonho de lado e apostou todas as fichas no poder de um dia olhar pra trás e saber que pode viver tudo aquilo que teve vontade. 

Tímido, com um sorriso cativante e sempre atento a tudo, ele, que é conhecido por todo o Bairro da União por sua história de vida e superação, leva em consideração o fato de que tudo é possível na vida, pois segundo ele, as conquistas só dependem dele mesmo. Fã de Messi e Neymar, Thiago vive uma vida normal. E bote normal nisso. Durante a entrevista, rolou até uma mobilização para encontra-lo no bairro. O coordenador do projeto que ele participa, pediu ajuda dos demais garotos para saber por onde ele andava. Sim, ele não é de ficar dentro de casa sem nada pra fazer. 

Hiperativo, Thiago antes mesmo do horário do seu projeto começar já estava em outro campo próximo a sua casa brincado de bola. A mobilização correu por todo bairro. Onde tinha um papagaio erguido, iam até lá para saber se ele estava ali. Mas, todo o esforço não adiantou. Alguns minutos depois ele chegou por conta própria em sua bicicleta, que inclusive é o meio que lhe leva para todos os cantos. 

Sem perder muito tempo, colocou seu colete e quis que a bola rolasse. Pedido feito. Pedido atendido. Com uma habilidade incomparável, ele driblava e marcava os gols. Participante do Projeto Bom de Bola, engana-se quem pensa que ele não compete de igual pra igual com os demais atletas. 

Depois do bate bola no campo, foi a vez do pequeno bater um papo com a gente. Uma pessoa de poucas palavras, por conta da sua timidez, Thiago deverá colocar prótese em suas pernas o mais breve possível. Questionado como foi para começar no futebol, ele disse que a paixão pelos campos começou desde pequeno. “Morava no Bairro Santa Etelvina e sempre gostei de jogar bola. Pra mim é normal. Essas pedrinhas que tem aqui no campo já não doem mais. O bom daqui do bairro é que todos me abraçaram. Tratam-me bem e isso é muito legal”, disse ele. 

Quando colocar sua prótese, o boleiro antecipa que não existirá tanta diferença do que é hoje, já que vivi uma vida normal. “Eu me sinto feliz assim. A ausência da perna não é problema nenhum. Quando eu colocar a prótese quero andar de bicicleta, farei mais gols que já faço e quem sabe um dia ser um grande jogador de futebol. É tudo que eu mais quero. E eu acredito. Já fiz todos os exames. Tirei as medidas e agora é só esperar”, disse ele, que usa as mãos para jogar. 

Um novo paizão


Desde que chegou à comunidade, Thiago ‘arranjou’ um segundo pai. Orlando Silva, que é coordenador do Projeto Bom de Bola, tem mobilizado todo o bairro para ajudar o garoto. De início, ele conta que ficou um pouco impressionado com a força de vontade de Thiago, e por conta disso abraçou a causa. “Nunca tinha treinado um garoto assim. Ele tem a limitação dele, porém isso não barreira pra continuar a seguir seus sonhos”, disse. 

A vontade de ajudar é tanta, que um bingo será realizado no próximo dia 31. O dinheiro arrecadado a princípio seria para comprar uma bicicleta elétrica, mas a pedidos do próprio Thiago, que alegou que quer continuar pedalando, os fundos serão comprados a tão sonhada televisão. “Íamos comprar a bicicleta elétrica, mas como ele já vai colocar a prótese e por medo de não conseguir manter a manutenção, ele pediu uma televisão e um videogame. A televisão já é certa. Se o bingo render, compramos o videogame também”, contou Orlando, que sempre que Thiago precisa realiza bingo na comunidade para ajudá-lo.