Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Craque entrevista o cruzamento de um... vampiro com capeta

Campeão do mundo com a Família Scolari, Vampeta fala sobre a Copa do Mundo no Brasil

Gosta de uma geladinha: Volante nunca negou a fama de boêmio

Gosta de uma geladinha: Volante nunca negou a fama de boêmio (Reprodução/Internet )

Seu nome: Marcos André Batista da Santos. Mas nem precisa ser íntimo para chamá-lo de Vampeta (mistura de vampiro com capeta). E foi usando o nome pelo qual ficou conhecido no mundo da bola que o campeão do mundo pela Seleção Brasileira em 2002 atendeu à reportagem do CRAQUE pelo telefone.

Espontâneo e sempre irreverente, o icônico personagem do futebol brasileiro falou sobre Copa do Mundo, Seleção Brasileira, o técnico Luis Felipe Scolari, com que trabalhou em 2002, e até deu palpite na convocação da Seleção Canarinho para o Mundial no Brasil.

“Na minha (convocação), faltou Luis Fabiano, Kaká e Robinho. O Kaká é titular e capitão do Milan, não pode ficar de fora; o Luis Fabiano foi o melhor jogador brasileiro da Copa de 2010; e o Robinho, que é banco do Milan, pode ser titular em qualquer time do mundo”, opina Vampeta.

Questionado se o fator “bom de grupo”, critério atribuído a Felipão e que leva em consideração a capacidade de se relacionar com os outros atletas de maneira leve e, por vezes, bem humorada, o ídolo do Corinthians é enfático. “Esse negócio de descontração não existe. Não tem nada de bom de grupo. Se não tiver currículo, está fora”, declarouo ex-jogador.

Apesar da opinião divergente quanto aos convocados de Felipão, Vam“grupo”,peta diz estar confiante com a atuação da Seleção Canarinho no segundo Mundial da Fifa em território brasileiro. “Minha expectativa é de título”, diz ele, que rasga elogios ao técnico brasileiro.

“Eu sempre digo que nós éramos um rebanho e de ovelhas e ele (Scolari) um pastor. Mais do que isso, era um pai, sabia bater e passar a mão no momento certo”, finalizou o jogador, que se credenciou para Copa após grande fase e títulos importantes pelo Corinthians.

Bebendo escondido

Sabidamente boêmio, Vampeta não quis comentar muito sobre suas aventuras no Kuait, país em que o consumo de álcool é proibido. Questionado se as histórias procediam, se limitou a responder: “é tudo verdade!”

Vamp deitou e rolou em 2002

O folclórico ex-volante brasileiro protagonizou uma das cenas que ficaram marcadas na comemoração da conquista do penta. Ele desceu a rampa do Palácio do Planalto, em Brasília, dando cambalhotas. É ou não é uma tremenda figuraça?

Perfil Marcos André Santos, o Vampeta
Idade: 40 anos
Naturalidade: Nazaré (BA)
Altura: 1,82m
Clubes: Vitória, PSV, Fluminense, Corinthians, Inter de Milão, PSG, Flamengo, Al Salmiya, Brasiliense, Goiás, Juventus e Grêmio Osasco
Títulos: Campeonato baiano pelo Vitória (2004); bicampeão brasileiro (1998 e 1999) e da Copa do Brasil (2002) pelo Corinthians; e Copa América (1999) e Copa do Mundo (2002) pela Seleção.