Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Técnico da Alemanha diz que Messi não vai ganhar marcação especial no jogo deste domingo

"Se você acredita que é só Messi (no time) estará cometendo um erro. Eles têm Dí Maria, Agüero. Este time não dependente apenas de Messi", disse Joachim Löw em coletiva

O técnico da seleção alemã também participou de coletiva neste sábado

O técnico da seleção alemã garante que Messi não terá 'marcação' especial (Clóvis Miranda)

Lionel Messi vem sendo decisivo ao longo da campanha Argentina nesta Copa do Mundo. Quando não é ele quem marca os gols é quase sempre o responsável pelas assistências. Apesar dessas características e qualidades de quem já foi eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo, Messi não deve ganhar uma marcação especial no jogo deste domingo contra a Alemanha. Quem garante é o técnico da Alemanha, Joachim Löw, que participou da última entrevista coletiva antes do jogo, neste sábado, no auditório do Maracanã. Confira os principais trechos da entrevista.

 A seleção brasileira levou 24 anos para conquistar o tetra. A Itália também. Neste ano a Alemanha completa 24 anos do tricampeonato. Acredita nesta coincidência numérica?  

Normalmente não acredito em números.

Amanhã será o apogeu do torneio. Se a Alemanha conquistar o tetra, qual será o próximo passo para esta seleção?

O tempo dirá. Temos jogadores atuando em ótimos times. Mas temos jogadores mais jovens nesta seleção que podem atuar por anos. Temos potencial para continuar no topo durante muitos anos. Mas vamos focar no jogo de amanhã.

Você teme pelo sentimento de revanche que a seleção Argentina terá, já que a Alemanha a eliminou nas duas últimas Copas?

Não temo nada. Sei que vai ser um jogo entre duas seleções que já tiveram duelos fascinantes. A Argentina, nesta competição, mostrou rendimentos excelentes. Estão com uma defesa mais forte que em 2010. Se você acredita que é só Messi (no time) estará cometendo um erro. Eles têm Dí Maria, Agüero. Este time não dependente apenas de Messi. É claro que o Messi consegue determinar (a partida em) uma jogada. Mas esse time está organizado. Vai ser uma final fascinante. Vai ter muita briga. Eles vão querer guardar a posse de bola. Vão querer contra-atacar, mas temos confiança, conhecemos a força do adversário, respeitamos, mas vamos impor o nosso jogo e vamos ganhar.

Muito se fala sobre a evolução do futebol alemão, que agora é mais baseado na técnica. Isso é uma influencia também do futebol holandês?

É verdade. Foi o que fizemos nos últimos anos. Analisamos o futebol internacional, o sul-americano e nós sempre estamos tentando aprender algo, detalhes... Analisamos as novas técnicas, o que está sendo feito, jogamos contra Espanha e Holanda... A Holanda sendo um país pequeno tem jogadores excelentes. E nos últimos anos olhamos para além da fronteira.

A argentina mudou a forma de jogar no decorrer da Copa do Mundo. O senhor espera uma Argentina mais defensiva no jogo da final?

Já vimos isso. A Argentina mudou durante o torneio, nós também fizemos isso. Eles defendem e pressionam os adversários. Às vezes eles recuam e se guardam e os jogadores conseguem fazer uma transição muito rápida entre os setores de campo.

Os times da Europa jamais conseguiram conquistar uma Copa do Mundo nas Américas. Acha que a Alemanha tem condição de quebrar essa escrita?

É uma questão de querer ganhar. Sabemos que podemos entrar para a história porque no passado isso não aconteceu. Então porque não? Poderia ser uma alegria imensa ser o primeiro europeu a ganhar (uma Copa) em solo sul-americano

Caso a partida vá para a decisão por pênaltis, qual sua orientação para o goleiro Manuel Neuer?

Em primeiro lugar esperamos não chegar aos pênaltis. Esperamos decidir antes. A disputa por pênalti depende de tanta coisa... Tem a pressão de quem vai cobrar, os goleiros... Agora todos os goleiros se preparam. Em todos os jogos estudamos. Analisamos os jogadores cobrando pênaltis.