Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

‘Falta raça’, dispara ídolo Zico ao criticar desempenho de jogadores do Flamengo

O maior ídolo da história do clube não poupou críticas ao desempenho do time. O ícone rubro-negro também foi duro ao comentar as atuações do argentino Mugni e do goleiro Paulo Vítor

Zico foi duro ao criticar não só a situação da equipe, mas a atuação de alguns atletas do elenco.

Zico foi duro ao criticar não só a situação da equipe, mas a atuação de alguns atletas do elenco. (Reprodução/internet)

O Galinho se mostrou profundamente irritado com a situação do Flamengo no Brasileirão, principalmente após a derrota contra a Chapecoense no último domingo (3). Zico taxou a atuação da equipe comandada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo de “horrível”. O ex-jogador também foi duro ao falar sobre o rendimento do meia Mugni e a falha do goleiro Paulo Vítor.

“Não pode levar aquele tipo de gol. Você até pode perder um jogo, mas aquele gol não pode levar. O goleiro tem que seguir a curva da bola. Tem que ir na bola e não pode ficar parado no meio do gol. Eu prefiro a falha do Rogério Ceni que pegou e soltou. É melhor do que a bola fazer a curva e o goleiro ficar parado dentro do gol. Se o sol é o problema, entra com um boné", disparou o Galinho durante programa de rádio na noite desta segunda-feira (4).

O eterno camisa 10 da Gávea também se mostrou insatisfeito com seu atual substituto na posição. Zico, que foi um gênio no meio de campo, também opinou sobre o jogador. “Ele não dá um passe para alguém fazer gol, não chuta no gol. Em 90 minutos um armador que joga perto da área e não faz nada é impressionante. Não é possível que um meia que chega à frente faça tão pouco. Ele fez uma jogada no jogo inteiro", comentou.


O ídolo da torcida rubro negra não disfarçou o incômodo com o momento que o Flamengo atravessa no campeonato brasileiro. O Galinho cobrou empenho e raça dos atletas em campo. "O que não pode é tomar gol daquele jeito. Foi ruim, horrível e faltou raça. Se o time não tem confiança, você vai com raça e se supera, como o Botafogo fez contra o Cruzeiro", finalizou.

Com a pior campanha na história da competição desde a mudança para o formato de pontos corridos. O Flamengo corre o risco de ser rebaixado a segunda divisão nacional pela primeira vez em 118 anos de existência.

Na lanterna da competição com somente 10 pontos ganhos em 13 partidas disputadas, o time de Luxa necessita urgentemente de uma vitória contra o Sport, no próximo domingo (10), às 15hs (hora de Manaus). Caso some mais um revés, a situação do Flamengo se tornará cada vez mais insustentável e a ida pra série B, poderá ser o destino do rubro-negro.