Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Aos 36, ídolo do Nacional anuncia aposentadoria

Lendário atacante Garanha anuncia aposentadoria e já tem contrato para treinar divisão de base do Nacional

Garanha se despede do futebol e vai seguir como treinador

Garanha se despede do futebol e vai seguir como treinador (Clóvis Miranda)

Ídolo da torcida nacionalina na última década, o atacante Garanha, 36 anos, está dizendo adeus ao Nacional Futebol Clube. Ele anunciou, ontem, que está encerrando a carreira de jogador profissional para se dedicar a descobrir talentos nas categorias de base do Leão da Vila Municipal.

O último gol de Garanha com a camisa do Nacional foi marcado na final do Estadual de 2013 contra o Princesa do Solimões em Manacapuru no dia 26 de maio, quando o time venceu por 2 a 0, mas perdeu o título por 8 a 7 nas penalidades. A partida contra o Vasco em São Januário pela Copa do Brasil foi a despedida de partidas oficiais.

Foram mais de 20 anos dedicados ao futebol amazonense, além de outras equipes do País como Grêmio de Porto Alegre, Santo André, Goiás, Rio Branco do Acre e passagens pelo São Raimundo e Fast. Mesmo sem ter a conta exata, Garanha garante que balançou as redes adversárias mais de 100 vezes e que deixa um legado de dedicação, raça e amor ao Nacional, onde conquistou quatro títulos de campeão estadual.

“Não tenho mágoas de ninguém no futebol. Só tenho a agradecer a torcida e a diretoria do Nacional, que sempre me apoiou. Se tenho alguma coisa hoje devo tudo ao clube que apostou em mim. Os gols mais importantes da minha carreira foram os dois que marquei em Manaus contra o Atlético Mineiro pela Copa do Brasil e os três gols que marquei na Copa João Havelange, na vitória do Naça por 5 a 3 contra o São Raimundo”, reviveu emocionado o ex-atacante azulino.

Pensando no futuro, Garanha deve continuar no futebol e já sonha em investir na carreira de treinador profissional.

“Já estou treinando há dois meses as categorias de base do Nacional. Temos 20 garotos que estão sendo avaliados. Quero descobrir talentos para o futebol amazonense e, quem sabe, começar a investir na carreira de treinador no ano que vem, fazendo cursos na CBF (Confederação Brasileira de Futebol)”, disse o ex-jogador.

Mestres

Garanha destacou três técnicos que foram importantes na sua carreira como atleta do futebol profissional: Rogério Ziberman (Grêmio), Léo Goiano e Aderbal Lana (Nacional). “Foram pessoas importantes e aprendi muito com eles. Sentirei saudades”, admitiu o artilheiro. ]

História

A trajetória de Garanha, atacante que se tornou sinônimo de gols

1992

Começou a carreira nas categorias de base do Holanda.

1993

O atacante Garanha teve a sua primeira oportunidade jogando no time profissional do Nacional com 16 anos. Ainda neste ano passou pelo Fast.

1998

O jogador saiu do Amazonas pela primeira vez e passou um período nas categorias de base do Grêmio de Porto Alegre e seis meses na equipe profissional gaúcha. Depois foi para o Santo André (SP).

2001

Passagem pelo Goiás (GO) onde ficou seis meses.

2002

Garanha foi transferido para o Grêmio Maringá onde disputou o Campeonato Paranaense.

2005

Disputou a Série B do Campeonato Brasileiro pelo São Raimundo.

2007

Jogou no time do Rio Branco (AC).

2008

Disputou o Estadual e a Série C do Campeonato Brasileiro pelo Holanda (AM)

2009

Disputou o Campeonato Amazonense pelo Manaus Compensão.

2012/2013 Campeão Estadual pelo Nacional. Jogou no ano seguinte o Campeonato Amazonense, Copa do Brasil e Série D do Campeonato Brasileiro, até encerrar a carreira.