Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Primeira impressão do novo técnico do Nacional foi positiva

Durante o primeiro jogo-treino do Nacional realizado neste final de semana no Centro de Treinamento Barbosa Filho, Zona Leste, Chapinha deu show marcando um golaço

Técnico Francisco Diá teve a oportunidade de ver o time em ação e gostou

Técnico Francisco Diá teve a oportunidade de ver o time em ação e gostou (Winnetou Almeida )

Com toques rápidos e técnica apurada, o meia-atacante Chapinha, ex-Icasa (CE), que disputou a Série B do Campeonato Brasileiro este ano, demonstrou que tem tudo para ser o novo ídolo do Nacional e fazer a torcida esquecer de vez Danilo Rios, atualmente no Fortaleza (CE).

Durante o primeiro jogo-treino do Nacional realizado neste final de semana no Centro de Treinamento Barbosa Filho, Zona Leste, Chapinha deu show marcando um golaço e foi um dos destaques do Leão da Vila Municipal na goleada por 6 a 1 diante da equipe Amigos do Fausto (um combinado que reuniu jogadores de equipes do futebol amazonense).

“A gente vem de uma preparação física muito forte e sabemos que a cada jogo treino o time vai render mais. A equipe se comportou bem. Ainda estamos em fase de adaptação e entrosamento. O Nacional trouxe bons jogadores e tem tudo para fazer um bom trabalho no Estadual, Copa Verde e Copa do Brasil”, avaliou o meia.

Além de Chapinha quem brilhou foi o atacante Leonardo, que marcou dois gols com direito a tradicional coreografia do índio, para delírio dos torcedores que compareceram para apreciar o novo elenco nacionalino. Pela lateral-esquerda, quem também chegou pra ficar com a vaga de titular foi Jefferson Recife, que mostrou eficiência no apoio e na parte defensiva. Marcaram para o Naça: Douglas, Leonardo (2), Eder, Zé Paulo e Chapinha, tocando por cobertura na saída do goleiro Zilton dos Amigos do Fausto, enquanto o ex-jogador Lemichel, que atuou pelo Fast e Penarol, entre outras equipes do futebol amazonense, descontou para os visitantes.

Jogando no esquema 3-6-1, a movimentação dos jogadores nacionalinos agradou ao técnico Francisco Diá. “Estamos no início de temporada, mas no segundo tempo a equipe se soltou bastante. O time está evoluindo e não deu chance ao adversário. O Chapinha foi bem, o sistema defensivo estava seguro, o Amaral apoiou bem, acredito que estamos no caminho certo. Ainda devemos fazer cinco amistosos”, afirmou Diá.