Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Após problemas, site muda sistema de venda para jogo na Arena da Amazônia

No novo procedimento, o torcedor irá fazer um cadastro em site e receberá um link personalizado com instruções para o procedimento

O Governo do Amazonas e o Nacional Futebol Clube anunciaram o processo de venda de ingressos para o jogo contra o Clube do Remo

O Governo do Amazonas e o Nacional Futebol Clube anunciaram o processo de venda de ingressos para o jogo contra o Clube do Remo (Bruno Kelly)

O site Ingresse.com apresentou problemas técnicos após o alto número de acessos nesta segunda-feira (3), e devido a isso, mudou a forma de vendas dos ingressos para o jogo entre Nacional e Remo, marcado para o dia 9 de março na Arena da Amazônia. O anúncio das vendas dos ingressos foram feitos durante coletiva realizada no último domingo (2).

“Com o intuito de tornar a sua compra mais confortável, abrimos um sistema para que você possa preencher os seus dados e receber uma senha para adquirir o seu ingresso”, divulgou a página da empresa no Facebook.

No novo procedimento, o torcedor irá fazer um cadastro no site http://nacionalxremo.launchrock.com/ e receberá um link personalizado com instruções para a compra.

A carga restante de ingressos será comercializada na bilheteria da Arena Amadeu Teixeira – na avenida Constantino Nery, bairro Alvorada, Zona Centro Sul –, de quinta-feira (6) até sexta-feira (7) em horário comercial. Ao todo serão disponibilizados para venda 13 mil ingressos, divididos em duas categorias (1 e 2), ao preço de R$ 50 e R$ 100, respectivamente. 

O anúncio da venda de ingressos foi feito pelo presidente do Nacional, Mário Cortez, e pelo coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP), Miguel Capobiango. Também estavam presentes na coletiva Alessandra Campelo, titular da Secretaria de Estado de Juventude, Desporto e Lazer (Semjel), e Ariovaldo Malizia, da Fundação Vila Olímpica e administrador do antigo Vivaldão.