Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Lutador amazonense assina contrato com o Tuff-n-Uff e sonha se dedicar só ao MMA

O amazonense faixa-preta, Fábio Trindade, desembarcou em Manaus após dez dias de intercâmbio nos EUA e na bagagem o lutador trouxe o contrato com a franquia

Fábio vai lutar no torneio que revelou Ronda Rousey

Fábio vai lutar no torneio que revelou Ronda Rousey (J. Renato Queiroz)

Com um contrato assinado, uma medalha de ouro no pescoço e treinos com a lenda Randy Culture (Hall da Fama no UFC) no currículo, o amazonense faixa-preta Fábio Trindade, 32, desembarcou em Manaus após dez dias de intercâmbio nos Estados Unidos e na bagagem o lutador trouxe o contrato com a franquia “Tuff n’ Uff”, evento de lutas que acontece em Las Vegas (EUA) e que já teve Ronda Rousey como lutadora. Agora, Fábio passa a focar apenas em treinos de MMA para a estreia que deve acontecer em agosto ou setembro. O adversário ainda será definido.

O 14º melhor faixa-preta master do mundo em eleição feita pela International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJ), Fábio admite já estar em processo de reeducação alimentar para não ter grandes problemas no futuro (ele pesa normalmente 82kg e precisará lutar com 70kg). Ele disse ainda que a luta momentânea é para conseguir patrocinadores e assim, se dedicar apenas às artes marciais mistas, o MMA.

Dieta

“Já estou de dieta desde já para não sofrer no final. Vou tentar dar um tempo nas aulas para me dedicar somente ao MMA. Mas apenas se eu conseguir patrocínio que possa bancar o meu treino. Se não, vou continuar me sacrificando e conciliando aulas de jiu-jitsu que dou aos treinos de boxe com o professor Fiola, de muay-thai com o Aldair Queiroz, MMA com o Braga Neto, a preparação física com o professor Júlio Prado e os treinos com o Alexandre Capitão”, disse para, em seguida, justificar a necessidade do patrocinador. “Agora é momento de me dedicar mais ao que o MMA pede. Tenho que treinar tudo”, explicou.

Detentor de um cartel de cinco lutas sendo três vitórias (duas por finalização e uma por nocaute) e duas derrotas, inclusive a última sofrida em casa para Luiz Gustavo Dutra, no Shooto Brasil 40 em realizado em Manaus, o lutador amazonense admite que o momento é de recomeço.

“Uns 20 dias antes desta derrota no Shooto Brasil, eu rompi o ligamento do joelho esquerdo. Depois passei sete meses me recuperando. Em seguida, passei a treinar jiu-jitsu e tracei um campeonato em Nova York para marcar a volta. Mas meu médico não liberou. Depois, ele liberou para lutar em Las Vegas. Deu tudo certo. E agora esta oportunidade. Com tudo isso acontecendo, este é sem dúvida, um recomeço”, explicou.

‘Foi uma coisa do destino’

O acerto com a organização de lutas americana aconteceu, segundo Trindade, durante uma sessão de fotos do amigo e compatriota, Renan Mendes, já lutador do evento. Segundo ele, tudo foi “coisas do destino”.

“Estava em Vegas treinando na academia do Randy Culture, a X-treme Culture e o Renan foi fazer as fotos dele para a organização. Durante as fotos, perguntaram dele quem eu era, ele falou. Logo em seguida me chamaram, perguntaram pelo meu irmão, pelas tatuagens e me ofereceram um contrato. Li tudo, concordei e agora estou contratado”, explicou.

Ele disse ainda que o período no exterior não poderia ter sido mais proveitoso. “Voltei com o contrato assinado e uma medalha de ouro no pescoço conquistada no Vegas Spring International Open 2014. Estou muito feliz”, completou.

Fábio disse que durante a estadia nos Estados Unidos, ele pode viver de perto a realidade do evento. “Assisti a uma edição do evento como convidado. Vi o campeão da minha categoria (peso-médio até 70kg) e estou muito motivado”.