Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Copa do Brasil: Princesa do Solimões enfrenta Santos nesta quinta (15), na Vila Belmiro (SP)

Com atenção redobrada, o Tubarão vai com força máxima contra o Santos em busca de fazer dois gols de diferença e avançar para a segunda fase do torneio

Duelo aquático parte 2: Princesa X Santos

Duelo aquático parte 2: Princesa X Santos (Evandro Seixas)

O jogo desta quinta-feira (15) a noite contra o Santos, pelo jogo da volta da segunda fase da Copa do Brasil, às 20h50 (de Manaus), vai exigir do Princesa atenção redobrada para evitar surpresas como no primeiro jogo em Manaus. Agora dentro da Vila Belmiro, em Santos (SP), o Tubarão vai com força máxima em busca de fazer dois gols de diferença para avançar de fase. Um novo placar igual ao do primeiro jogo - 2 a 1 -a vaga será disputada nas penalidades.

Adotando “vigilância” para não sofrer o apagão, igual ao jogo anterior quando a equipe levou dois gols fulminantes antes dos 10 minutos iniciais do primeiro tempo, o técnico Marcos Piter exigiu dos atletas atenção redobrada nas jogadas do adversário. “O treinador pediu para jogarmos da mesma maneira, com um pouco mais de atenção e atitude. E temos que ter atenção mesmo para não levarmos gols como no primeiro jogo”, disse o volante e capitão do time Rondinelli.

O jogo de extrema dificuldade foi estudado por todos os jogadores que prometem um time cauteloso na casa do adversário, mas com pegada. “Jogar fora de casa, num campo que não conhecemos e pela qualidade do Santos... não podemos nos descuidar e sair para o ataque. Temos que ficar de olho nos contra-ataques e marcar forte. A responsabilidade da vitória é do Santos”, afirmou o volante.

Novo titular da meta do Tubarão, o goleiro Rascifran vai para o terceiro jogo como titular. Para realizar um trabalho 100%, o goleiro vai concentrado e acredita na passagem para a próxima fase. “A classificação é difícil, mas não impossível. Tenho jogado bem desde que entrei, e temos que entrar muito concentrados. Estou confiante em fazer um bom jogo”, declarou o goleiro.

Treino em Santos

Com mais de seis horas de viagem desde que saíram de Manacapuru (distante a 86 km de Manaus) de ônibus, com destino a capital, seguido de avião para a capital paulista e mais uma hora e meia de ônibus até o destino final (Santos), os jogadores chegaram no início da noite de ontem ao interior de São Paulo. Para movimentar o corpo da viagem cansativa, um treino de alongamento estava marcado para esta manhã, em um campo ao lado do hotel em que a delegação esta hospedada.