Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ronaldo Jacaré enfrenta Francis Carmont de olho no cinturão dos médios do UFC

Antes de subir na balança, Jacaré garantiu que a sequência de seis vitórias do adversário não o impedirá de vencer o UFC Fight Night 36

Jacaré está cada vez mais perto de ter uma chance de título

Jacaré está cada vez mais perto de ter uma chance de título (Eduardo Valente )

O Ultimate Fight Championship – UFC volta ao Brasil e apresenta o combate entre os pesos médios Lyoto Machida e o armênio naturalizado holandês Gegard Mousasi como a luta principal da noite no UFC Fight Night 36, evento realizado na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul-SC. E no co-evento principal, o capixaba radicado em Manaus, Ronaldo Jacaré, enfrentará o francês Francis Carmont em luta válida pela mesma categoria.

Antes de subir na balança, Jacaré bateu um papo exclusivo com o CRAQUE e, segundo ele, a sequência de seis vitórias do adversário não o impedirá de vencer. “Vou lutar para vencer e é isso que vou fazer lá em cima”, disse o lutador.

Ele admitiu também não se incomodar em fazer mais uma lutas em casa (a segunda pelo UFC). “Adoro lutar no Brasil, na frente do meu povo e da torcida que me apoia. Mas ao mesmo tempo é importante para a minha carreira lutar fora. Apareço mais no mercado internacional. Meu coração sempre vai escolher o Brasil. Mas quem decide é o UFC”, declarou Ronaldo.

Em caso de uma nova vitória, o brasileiro irá enfrentar o vencedor do combate entre Chris Weidmann e Vitor Belfort, que se enfrentam no dia 24 de maio em Las Vegas em disputa do cinturão da categoria médio (até 84kg). Entretanto, lutar na categoria acima (entre os meio-pesados e até 93) que tem Jon Jones como detentor do cinturão não está descartada pelo lutador. “Acreditando ou não em Deus, você precisa tomar decisões. Mas somente com Ele as grandes decisões são feitas. Se Deus permitir que o cinturão dos médios volta para o Brasil nas minhas mãos. Quanto ao da categoria abaixo. Ainda é muito cedo para falar”, afirmou.

Balança

Número três da categoria, Ronaldo foi para a pesagem na companhia de seu treinador Josuel Distak e subiu as escadas do palco onde fica a balança ao seu estilo: rastejando como um jacaré. Enquanto seu adversário entrou acompanhado da lenda do UFC, GSP. Após a balança, os dois fizeram a tradicional encarada amistosa e sem grandes surpresas.