Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Estádio da Colina finalmente está pronto para receber as seleções que virão a Manaus

O Campo Oficial de Treinamento (COT) do Estádio Ismael Benigno, mais conhecido como Colina, foi concluído no último dia 20 de maio, depois de mais de um ano de obras e investimentos da ordem de R$ 24 milhões

 Visão geral do novo campo da Colina, que tem padrão Fifa

Visão geral do novo campo da Colina, que tem padrão Fifa (Divulgação)

Construído de acordo com os padrões de qualidade exigidos pela Fifa, o Campo Oficial de Treinamento (COT) do Estádio Ismael Benigno, mais conhecido como Colina, que foi concluído no último dia 20 de maio, depois de mais de um ano de obras e investimentos da ordem de R$ 24 milhões, está pronto para receber as seleções que virão a Manaus e vão jogar a Copa do Mundo na Arena da Amazônia Vivaldo Lima.

Com capacidade para 10 mil pessoas, o estádio Ismael Benigno, que pertence ao São Raimundo Esporte Clube, no bairro de mesmo nome, localizado na Zona Oeste, mas que foi cedido em regime de comodato ao Estado por um período de 20 anos, será um dos legados do Mundial para o futebol amazonense.

Estrutura moderna

Segundo o engenheiro Nilson de Paula, da empresa Tecton, que é responsável pela obra, a Colina ganhou uma estrutura moderna. O campo oficial de 105 por 68 metros tem o mesmo tamanho do existente na Arena da Amazônia, e o gramado com grama tipo “bermuda” será a mesma utilizada nos estádios das 12 sedes da Copa.

“É uma estrutura padrão Fifa para atender bem as seleções que vão treinar ali. O projeto é um dos mais modernos em termos de estádio com capacidade para 10 mil pessoas. A segurança também está excelente com oito escadas de emergência para atender os torcedores. O sistema de drenagem é ótimo e tem irrigação automática, e a iluminação é de última geração com um total de 140 refletores com 36 lâmpadas em cada uma das quatro torres existentes”, elogiou o engenheiro .

Lojas no seu interior

Depois da reforma a Colina passou a ter oito lojas e duas lanchonetes que serão alugadas para dar retorno financeiro e ajudar na manutenção da estrutura, todas com banheiro interno, e mais oito banheiros para os torcedores (quatro masculinos e quatro feminino), sete bares, sala para coletiva, dois vestiários completos com 12 chuveiros, sala médica, sala de exame, sala de massagem, sala de preleção e para a comissão técnica.

O novo local de aquecimento dos jogadores tem piso em grama sintética. A Colina possui vestiário para árbitros masculinos e femininos. O Estádio da Colina terá duas bilheterias de entrada e sete portões de saída, além de sistema de som, cabine de transmissão de rádio e TV, sala VIP para assistir aos jogos, espaço acima da cabine de TV e uma sala VIP para fotógrafos e cinegrafistas.

Galo Preto só depois da Copa

O diretor de futebol do São Raimundo, Josildo Oliveira, confirmou que o tradicional clássico Galo Preto entre São Raimundo e Sul América, previsto para acontecer na partida de reinauguração do estádio, deve acontecer somente depois da Copa do Mundo.

“Como a Colina será um dos COTs da Copa do Mundo, no dia 20 de maio ela ficou à disposição da Fifa para receber as seleções que vão jogar em Manaus. Agora vamos reunir a diretoria para montar uma equipe que deve jogar contra o Sul América o clássico Galo Preto na reinauguração do estádio depois do Mundial”, prometeu Oliveira.

De acordo com o cartola do Tufão da Colina, alguns jogadores que disputaram o Estadual desse ano devem jogar a partida contra o Sulão. “O atacante Pará e o Alberoni estão em Manaus. O goleiro Julião já está acertado também para esse jogo. Queremos aproveitar nesse jogo o máximo de jogadores que disputaram o Estadual que podem ser a base do time para o ano que vem”, avaliou o cartola do São Raimundo.