Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

MMA: Lutador Mário Israel afirma estar 'pronto para a guerra’

Amazonense escalado para a luta principal do Jungle Fight 67, disputado no fim do mês de março em Foz do Iguaçu, Paraná, modificou o treino e se diz adaptado ao adversário, o qual pretende nocautear

O Canal Combate transmite, com exclusividade, os três primeiros duelos da noite. As demais lutas que compõem o card poderão ser assistidas pelos canais Sportv e Combate

Com um respeitável cartel de nove vitórias, sendo seis nocautes - três no primeiro round -, o lutador admite que o treino foi modificado (divulgação assessoria Sejel/Michael Dantas)

Apontado como um dos principais nomes da categoria peso galo (até 61 kg) lutando no País pela mídia especializada em lutas, o manauara Mario Israel (Top Life Amazonas) coloca o cinturão da categoria em jogo no próximo dia 29, quando vai até Foz do Iguaçu, no Paraná, enfrentar o carioca Jonas Bilharinho (Team Nogueira) na edição 67 do Jungle Fight, o maior evento de lutas da América Latina. O combate será transmitido ao vivo por um canal fechado especializado em lutas.

Com um respeitável cartel de nove vitórias, sendo seis nocautes - três no primeiro round -, o lutador admite que o treino foi modificado e já está adaptado ao jogo do adversário. “Ele é canhoto e por isso modificamos o treino. Então, tenho treinado com quatro ou cinco canhotos, o que tem facilitado a adptação para o estilo de luta do Jonas”, disse Israel que tem ainda como parceiros de treino o lutador do UFC e amigo de academia Adriano Martins e Ramon Flecha.

Ainda sobre o adversário, Israel admite saber as características do carioca. “Já assisti algumas lutas dele. Sei que ele tem um bom chute e tem velocidade. Mas já sei qual é a minha estratégia e onde atacar. Treinei para isso e sei o que fazer”, afirmou Mario que luta desde 2008 e que somente em 2012 conseguiu viver só para luta. “É difícil alguém conseguir viver só da luta. Empresas não financiam academias como é no eixo Rio – São Paulo. Falta esse suporte”, completou o lutador ao afirmar que ainda paga para lutar. “Eu tenho meus patrocinadores, mas ainda pago para lutar”, disse.

O lutador (que cursou até o quarto período da faculdade de Administração), disse não se incomodar por ser o melhor do país em sua categoria . “Sempre tive facilidade com esportes. Quando conheci o MMA tive ótimas experiências frente a frente com o adversário, sendo assim, desde então tive sede de me tornar um ídolo e é o que quero fazer. Sem passar por cima de ninguém. Apenas com vitórias”, afirmou.

A LUTA

Assim como todo grande campeão, Mario Israel, 30, tratou de responder as afirmações feitas por Jonas Bilharino na edição 62 que teria dito que iria dar um espetáculo. “Quanto ele estava batendo perna dizendo que ia dar espetáculo, eu tinha acabado de treinar e estava descansando. Então, posso falar para a minha torcida que força de vontade não vai faltar. Não vou para pontuar. Vou para ganhar a luta. Estou com gás para lutar três rounds. Deus sabe o que faz. Acredito nele e nunca estive tão bem fisicamente”, disparou.

A BASE

Aquela velha máxima de que por trás de todo grande campeão existe uma grande mulher, é válida para Mario Israel. Presente em todas as lutas do campeão nos últimos três anos, a namorada Laura Suzianny, 22 diz o que representa uma luta de Israel. “Passamos muitas dificuldades e só ele subir no octógono, lembro de toda”, disse Laura que inclusive acompanha Israel nas dietas.

Em todas as lutas de Israel, Laura dá um show a parte. Grita, esperneia, tudo para passar força para o campeão. “Grito para mandar energia. Quando vamos lutar em lugar em que ele não conheciam e agora, já sabem quem ele pela luta e pela torcida que tem”, admitiu a estudante do sétimo período de fisioterapia.

Como uma boa companheira, Laura admitiu que não mede esforços para estar ao lado de Israel. “Faço dieta com ele , o que ele come eu também como. Me viro nos 30 para estar com ele. Já fiz três provas em um dia na faculdade”, lembrou. Ela disse ainda qual ter sido a pior luta. “Foi contra o Katchao. Abriu o supercílio dele e no Jungle eles param logo quando sangra. Mas ainda bem que deu certo”, admitiu.

JUNGLE FIGHT 67

29 de Março de 2014, em Foz do Iguaçu-PR

CARD DO EVENTO

Mario Israel (Top Life Amazonas) x Jonas “Speed” Bilharinho (Team Nogueira)

Richard Godoy (Thai Brasil - Foz do Iguaçu) x Fabian Quintanar (Chakal MX Team-MEX)

Aldo Villalba (Fight Center Gym-PAR) x Brandon Gushiken (Chakal & Ludus Fight Team-EUA)

Alan Miguel (Fight Club BFC) x Rivaldo Junior (Top Life Amazonas)

Leandro Vasconcelos (SST - Foz do Iguaçu)  x Bruno Silva (XGym)

Willian Vogado (SST - Foz do Iguaçu) x Gabriel Silva (XGym)

Rafael Dias (FCSCB Team) x Apostolis de Andrade Halianis (CM System)

Cesar Arzamendia (Figh Center Gym-PAR) x Paulo Durão (KRTeam/ Nova União Portugal)