Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

'Mineirazo' faz FAF cancelar amistoso entre Princesa do Solimões e Paysandu

A humilhante goleada sofrida pela Seleção Brasileira na semifinal do Mundial, frente a Alemanha, levou a entidade amazonense a suspender a partida. O motivo alegado pela federação foi a desmotivação por parte do torcedor brasileiro

Mesmo após o Princesa do Solimões reforçar o ataque, o objetivo de ganhar do Paysandu não foi concretizado

A decisão levou principalmente em conta o possível prejuízo que poderiam ter com a realização da partida (Márcio Silva)

A partida entre Princesa do Solimões e Paysandu, previamente marcada para ocorrer na próxima sexta-feira (11), no estádio Ismael Benigno, Zona Oeste de Manaus, foi cancelada. De acordo com o diretor de futebol da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Ivan Guimarães, não haveria clima para o jogo após a goleda sofrida pela Seleção Brasileira na tarde desta terça-feira (8), no Mineirão, em Minas Gerais, quando perdeu de 7 a 1 para a Alemanha.

Depois da humilhante derrota da Seleção Canarinho, as federações de futebol do Amazonas e do Pará conversaram e resolveram cancelar o amistoso entre o Tubarão e o Papão, alegando que os altos custos de investimento e o receio de não haver uma resposta positiva por parte do torcedor, logo após a eliminação do Brasil na Copa, influenciou a decisão.

“A derrota do Brasil tirou toda a motivação do torcedor. Não teria clima pra fazer um jogo depois da goleada de ontem. Vamos marcar para uma nova data, quem sabe”, explicou Ivan Guimarães.

A decisão tomada em conjunto pela entidade que comanda o futebol local e a diretoria do Paysandu levou principalmente em conta o possível prejuízo que poderiam ter com a realização da partida nessas condições. “É um investimento alto, cerca de R$ 100 mil com despesas de passagens, hospedagem, impressão de ingressos, encargos, etc. Seria necessário, no mínimo, ter cinco mil torcedores na Colina para não termos prejuízo”, completou Guimarães.

O jogo entre Princesa do Solimões e Paysandu serviria para ambas as equipes testarem seus times para o decorrer da temporada. Com a paralisação de todos as competições de futebol do País, os clubes precisam fazer amistosos, afim de manter os atletas com ritmo de jogo.

“Por enquanto não temos uma nova data para a partida. Vamos esperar uma vaga no calendário do Paysandu e do Princesa para remarcarmos o amistos.”, finalizou o dirigente.

A equipe do Princesa entra em campo no dia 20 de julho, pela pimeira fase do Campeonato Brasileiro da série D. O adversário será o Santos do Amapá, no estádio Zerão, em Macapá. O time comandado por Charles Guerreiro tentará a vaga na Terceira Divisão do futebol nacional.