Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Na “Final dos Papas”, Francisco promete não rezar pela Argentina

A grande decisão do Mundial no Brasil está mexendo até com o Vaticano. Por conta da nacionalidade argentina do atual pontífice e seu antecessor, que é alemão

"Guerra de orações" já começou. Papa Francisco e o papa emérito Bento XVI.

"Guerra de orações" já começou. Papa Francisco e o papa emérito Bento XVI. (Reprodução/internet)

Papa Francisco versus o papa emérito Bento XVI. A “guerra de orações” já começou, pelo menos é o que pensam os fanáticos torcedores mundo afora. A final da Copa do Mundo entre as seleções de Argentina e Alemanha está sendo chamada nas redes sociais de a “Final dos Papas”. De acordo com o Vaticano é improvável que os pontífices se encontrem para assistir a partida juntos.

Ambos os pontífices nunca esconderam seu gosto pelo futebol. O argentino papa Francisco, torcedor do San Lorenzo, de Buenos Aires, – que inclusive recebeu a delegação do clube em 2013 - disse que não rezaria pela Albiceleste (apelido da Seleção da Argentina) na final do torneio. Mas que deve acompanhar o jogo pela televisão.


Para o papa emérito Bento XVI, que é alemão, e torcedor declarado do Bayern de Munique, as impressões sobre o final do torneio ficaram escondidas pelos corredores da capital da fé católica. Em 2012, a diretoria do time bávaro, lhe ofereceu o título de membro honorário do clube.

Preferências à parte, o certo é que um empurrão divino não fará mal a nenhuma das equipes que se enfrentam na tarde do próximo domingo (13), no Macaranã. Por ora, no Vaticano, aquela máxima que diz que futebol e religião de se misturam, deve ser deixada de lado.