Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Princesa e Rio Branco empatam em Manaus em disputa pela Série D do Campeonato Brasileiro

Com esse empate, o Princesa de Manacapuru conquistou o primeiro ponto na competição, já que havia perdido na primeira rodada para o Santos (AP)

foto legenda

Os dois times se enfrentaram no Estádio Ismael Benigno – a Colina (Evandro Seixas)

Em um jogo com mais erros do que acertos, o Princesa do Solimões bem que se esforçou mas não conseguiu sair do empate sem gols diante do Rio Branco-AC, na tarde do último domingo (27), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, pela segunda rodada do grupo A1 do Campeonato Brasileiro da Série D.

Com o empate, o Tubarão de Manacapuru conquista seu primeiro ponto na competição,  já que perdeu na primeira rodada para o Santos-AP. No próximo domingo, o time amazonense enfrenta o Genus-RO, no estádio Aluísio Ferrira, às 16 horas de Manaus, em Porto Velho, Rondônia.

O jogo

Com a entrada do meio campo Renato Medeiros para reforçar a criação no setor e liberar a infiltração do perigoso camisa 10 Michel Parintins, o técnico Charles Guerreiro viu seu plano inicial cair por terra. Diante da forte marcação do time acreano no setor, o time pecou em criativo na primeira metade da etapa inicial.


Com isso, o time mandante foi obrigado a procurar espaço pelas pontas. E foi justamtente por ali que saiu a primeira finalização do Princesa no jogo, apenas aos 20 minutos do primeiro tempo. Após receber cruzamente pela direita dentro área, Somália, apagado no restante do jogo, fez a melhor jogada da partida: dominou no peito, ajeitou com o pé direito e, com o esquerdo tirou do goleiro thiago Rocha, que foi salvo pela trave, para o desespero da torcida do Tubarão.

Segundo tempo

O segundo tempo foi melhor. Com as entradas de Marinelson e Flamel nos lugares de Branco e Renato Medeiros respectivamente, o time ganhou em velocidade, mas as chances não se convertiam em gol. O Rio Branco, satisfeito com o empate, jogava em câmera lenta e era cada vez mais empurrado para dentro da própria meta.

Era uma corrida contra o tempo. Guerreiro sacou Somália, que não estava bem, mas Edinho Canutama também não conseguiu impor o seu melhor jogo e o Princesa acabou ficando no empate. O resultado liga o sinal de alerta no Princesa e cortes podem ocorrer nesta semana (ver boxe).