Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Projeto “Nandinho” promove campeonato de Jiu-Jítsu beneficente neste sábado (31)

1º Open de Jiu-Jítsu de Ações Sociais, acontecerá às 9 do dia 31, no Ginásio Ninimbergue Guerra, conhecido como “Bergão”, no bairro São Jorge, Zona Oeste da cidade

O Projeto Nandinho contempla mais de 100 alunos atualmente

O Projeto Nandinho contempla mais de 100 alunos atualmente (Divulgação)

O projeto “Nandinho”, desenvolvido pela Polícia Civil do Amazonas, sob a coordenação do investigador da instituição, Melquisedeque Galvão, promove no próximo sábado (31), o 1º Open de Jiu-Jítsu de Ações Sociais, no Ginásio Ninimbergue Guerra, conhecido como “Bergão”, no bairro São Jorge, Zona Oeste da cidade.

O evento terá início às 9h, com entrega dos alimentos arrecadados durante as inscrições para a competição.  Na ocasião mais de meia tonelada será doada aos representantes da Associação Beneficente Lar das Marias, que atende mulheres diagnosticadas com câncer no interior do Estado.

Esta é a primeira vez que o projeto se envolve em ações beneficentes como esta. De acordo com o investigador Melquisedeque, a iniciativa está sendo bem aceita pela comunidade. “Tivemos até agora mais de 700 pessoas inscritas e cada uma delas doou um quilo de alimento não perecível. Com isso, conseguimos atingir nossa meta, que é, além de dar oportunidade aos mais carentes, ajudar essas mulheres acometidas pelo câncer”, declarou.

O campeonato acontece a partir da parceria firmada entre o projeto “Nandinho” e o projeto “Lutando pelo bem”, de São Paulo, criado pelo atleta Cicero Costha. Outro destaque do evento ficou por conta do patrocínio da empresa de artigos esportivos Shihan, responsável pela doação de mais de 50 kimonos, que serão entregues aos vencedores da competição.

Histórico

Inicialmente denominado “Ferinhas do Jiu-Jítsu”, o projeto, criado em fevereiro de 2011, passou a ser chamado de “Nandinho” em homenagem ao aluno Fernando de Araújo Corrêa Filho, falecido em 2012. A academia está localizada no Conjunto Oswaldo Frota, bairro Cidade Nova 1, Zona Norte de Manaus, no segundo andar da casa onde “Nandinho” morava. Atualmente mais de 100 alunos, com idades entre 4 a 17 anos, são contemplados pela iniciativa, que leva a assinatura da Polícia Civil do Amazonas.