Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Talentos do MMA do Amazonas se enfrentam neste sábado (26), no Amazon Kombat

Torneio promete agitar a noite no Clube dos Sargentos da PM, no Beija-Flor, Zona Norte de Manaus; um dos eventos mais esperados é a luta entre Júnior Negão e Marcos Marajó, que vale o cinturão

Júnior Negão e Marcos Marajó disputam o cinturão do evento na luta principal

Júnior Negão e Marcos Marajó disputam o cinturão do evento na luta principal (Winnetou Almeida)

Grandes combates prometem agitar a quarta edição do Amazon Kombat, que acontece hoje, a partir das 20h, nas dependências do Clube dos Sargentos e Subtenentes da Polícia Militar, localizado no Conjunto Beija-Flor, na zona Norte.

Um dos destaques do evento é a luta entre Júnior Negão e Marcos Marajó, que entram no octógono para ‘brigar’ pelo cinturão do evento no combate principal. Negão, da academia Amazon Fit, e Marajó, da academia SD System, se enfrentam pela categoria Pena (até 66kg). Os dois seguem invictos do MMA.

Com um cartel de seis lutas e seis vitórias, Marajó espera poder fazer o seu melhor dentro do octógono. “Agora é só esperar a grande hora e fazer o meu melhor”, prometeu. Já Negão, que soma sete lutas e sete vitórias, espera realizar um grande combate. “Espero uma luta que termine no máximo no segundo round com nocaute ou finalização. Respeito muito ele, mas vou para cima”, avisou. Os ingressos custam R$ 30.

Petrópolis recebe Copa Fernando Almeida de luta livre

A quadra da Escola Thomas Meirelles, localizada no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus, recebe amanhã (27), a sexta edição da Copa Fernando Almeida de Luta Livre Esportiva. No total, serão cerca de 800 atletas participando do evento, previsto para começar às 8h. O passaporte do evento será um quilo de alimento não perecível.

De acordo com realizador da competição, que leva seu nome, o evento tende a seguir o calendário da modalidade, além de reunir um número, que segundo ele vem crescendo, de atletas da modalidade. “A nossa intenção é integrar a comunidade com o esporte. O espaço, por exemplo, é cedido pelo Pastor Isaac, que executa o Projeto Esperança, onde crianças são retiradas das ruas e são integradas novamente a sociedade”, contou Fernando. Os melhores atletas e academias vão levar troféus e medalhas.