Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Técnico dos EUA visita Arena da Amazônia e elogia estrutura

Pontos criticados por Jurgen Klinsmann foram contornados pelo técnico. Segundo ele, grupo norte-americano está preparado para as adversidades como o calor e distância

"Estamos acostumados com a mudança de temperatura. Nosso time joga em qualquer clima e estamos ansiosos para jogar em Manaus", afirmou o técnico.

"Estamos acostumados com a mudança de temperatura. Nosso time joga em qualquer clima e estamos ansiosos para jogar em Manaus", afirmou o técnico. (Bruno Kelly)

Jurgen Klinsmann, técnico da seleção norte-americana, que joga em Manaus contra Portugal na Copa do Mundo da FIFA, visitou a Arena da Amazônia no início da tarde desta sexta-feira (24). O técnico e alguns membros da delegação norte-americana desembarcaram em Manaus no final da manhã, seguindo direto para o estádio.

Klinsmann está passando uma curta temporada com a seleção para treinos em São Paulo e aproveitou a ocasião para conhecer as cidades onde seu time vai jogar durante a Copa do Mundo. "Agradeço a oportunidade de conhecer o estádio e a hospitalidade do povo do Amazonas. Minha equipe está em São Paulo e eu tinha uma vontade grande de conhecer a Arena da Amazônia. Foi uma grande oportunidade estar aqui", comentou.

Sobre os comentários de outros técnicos a respeito do clima de Manaus, o alemão apenas citou que as dimensões do Brasil se assemelham com as dos Estados Unidos. "Estamos acostumados com a mudança de temperatura. Nosso time joga em qualquer clima e estamos ansiosos para jogar em Manaus", afirmou.

Em entrevista coletiva para a imprensa, que também contou com a presença do Coordenador da Unidade Gestora da Copa (UGP Copa) Miguel Capobiango e do diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, o técnico afirmou ainda que não vê problemas em jogar em diferentes cidades.

"Nós sempre viajamos longas distâncias da costa leste a oeste em 5h de voo. Eu sempre digo apenas para meu time aproveitar a chance de ver Cristiano Ronaldo, e a oportunidade única de jogar no Brasil", citou.

Para finalizar a visita ao estádio, que será palco de Estados Unidos versus Portugal, em 22 de junho, Klinsmann reconheceu a dificuldade em sua chave devido às qualidades dos adversários, mas garante êxito nas partidas.

"A chave que estamos não está fácil, é como se tivéssemos pegado duas finais. Mas eu confio no meu time e espero fazer uma boa partida", finalizou.  Após a visita, a comitiva esteve em almoço oferecido pela Prefeitura de Manaus e seguiu viagem para a base de treinamento em São Paulo.