Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Amazonenses e estrangeiros ficaram contentes após sorteio das disputas para Copa de 2014

Eles festejaram a vinda de campeões como a Inglaterra e Itália para Manaus em 2014 justamente no grupo menos complicado do Brasil

Público parou para ver o sorteio em alguns locais da cidade

Público parou para ver o sorteio em alguns locais da cidade (Antônio Lima)

Acabou o mistério! Após quatro anos, a ansiedade dos amazonenses em relação às equipes que jogarão na Arena da Amazônia chegou ao fim ontem.

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2014 definiu que Inglaterra, Itália, Croácia, Camarões, Estados Unidos, Portugal, Suíça e Honduras são as seleções que atuarão em Manaus na primeira fase do Mundial. E que o Brasil vai enfrentar a Croácia, México e Camarões no caminho rumo ao hexacampeonato mundial.

A notícia agradou aos amazonenses, que comemoraram a vinda dos campeões mundiais: Inglaterra e Itália. E também consideraram que a Seleção Brasileira caiu em grupo “menos complicado” e por isso estão confiantes em relação à classificação para a próxima fase do torneio.

“Parece que o técnico da Inglaterra (Roy Hodgson) vai pagar com a boca. Ele foi dizer que não queria jogar em Manaus e vai fazer a primeira partida aqui. Tenho certeza de que esse será um jogão, não só pela declaração dele, mas porque será contra a Itália, que assim como a Inglaterra é uma grande equipe”, disse Ordilei Nogueira, autônomo.

Antes do sorteio, algumas pessoas acreditavam que a possibilidade de Manaus receber confrontos entre equipes de peso era mínima. Por isso, Maria Serrades, caixa de uma banca de revista, disse que ficou surpresa com os jogos da Arena da Amazônia.

“Não imaginava que Manaus fosse receber tantos jogos bons. Vai ser legal ver seleções como a Itália, Portugal e até a Inglaterra jogando aqui. Mas, sinceramente, espero que a Inglaterra perca de goleada”, comentou Maria.

Estados Unidos x Portugal é outro jogo que empolgou os amazonenses, principalmente pela presença de Cristiano Ronaldo.

“Estou muito feliz com a vinda de Portugal. Torci muito por isso, sou fã do Cristiano Ronaldo, ele é um grande jogador e vive uma fase excepcional, com chances claras de desbancar o Messi na eleição do melhor do mundo. Esse é o ano do CR7”, disse Gecilene Sales, jornalista.


Sobre os confrontos da Seleção Brasileira, o vendedor Alonso Martins aposta que o México dará mais trabalho, mas que mesmo assim o Brasil irá conseguir avançar.

“Não tenho dúvidas de que o México é a equipe mais difícil entre as três que o Brasil vai enfrentar. Mas a nossa Seleção é a melhor e por isso vai passar para a segunda fase”, comentou o trabalhador.

‘Sorteio teve algo divino’

O primeiro jogo da Arena da Amazônia - estádio que está sendo construído especialmente para receber os confrontos da Copa do Mundo de 2014 - será um grande clássico mundial. Inglaterra e Itália se enfrentarão no dia 14 de junho, às 21h em Manaus.

Além dessa partida, a capital amazonense receberá no dia 18 Camarões e Croácia, às 15h. No dia 22, Estados Unidos e Portugal, às 15h e o último jogo será entre Honduras e Suíça, no dia 25, às 16h.

Para o experiente técnico de futebol Aderbal Lana, a cidade de Manaus vai receber as melhores partidas do Mundial no Brasil.

“Gostei de todos os jogos que acontecerão em Manaus. Tem muita gente aí que vai ter que guardar a língua, afinal nós pegamos os melhores jogos. Futebol é assim, não tem que escolher e o sorteio da Fifa deixou isso claro”, disse o treinador.

Ariovaldo Malízia, que administrou o Vivaldo Lima por mais de 20 anos, acredita que foi algo divino a capital amazonense ter a oportunidade de receber tantos jogos bons.

“Esse sorteio mostrou que Deus colocou a mão sobre o Amazonas. Os pessimistas falaram que nós só iríamos receber times “fracos”, mas dois campeões mundiais jogarão aqui. E eu tenho certeza de que muita gente ficará com inveja da gente”, completou Malízia - que atualmente trabalha como diretor técnico da Vila Olímpica.

O técnico Marcos Piter, campeão Amazonense de 2013 com o Princesa do Solimões, de Manacapuru, também ficou muito feliz com os times que jogarão na Arena da Amazônia.

“É muito bom fazer parte da Copa do Mundo no Brasil. Receber essas grandes seleções no nosso Estado será realmente um momento de muita alegria”, completou.

Estrangeiros ‘em casa’

Os torcedores estrangeiros radicados em Manaus já estão se mobilizando para ver de perto craques como Cristiano Ronaldo, Balotelli, Rooney e o americano Michael Bradley, que vão jogar em junho na Arena da Amazônia na Copa do Mundo de 2014. A sorte foi generosa com a torcida manauara que vai prestigiar dois clássicos do futebol mundial: Inglaterra e Itália, no dia 14 de junho, além de Portugal e Estados Unidos no dia 22. 

De acordo com o cônsul de Portugal, José Azevedo, a vinda da seleção portuguesa a Manaus para enfrentar os americanos será bom em todos os sentidos para o Amazonas. Além de aquecer a economia local, a grande colônia portuguesa de todo o País já está se mobilizando para garantir acento entre os 44 mil lugares da Arena da Amazônia.

“Excelente o jogo contra o EUA. Coincidentemente em junho será o início dos voos diretos de Lisboa para Manaus. A torcida portuguesa deve ser maioria pelos laços históricos da mesma língua e afinidades culturais. O Cristiano Ronaldo é o nosso principal astro e deve se consagrar nessa partida. Ele deve ganhar o prêmio de Bola de Ouro, desbancando o Lionel Messi”, prevê Azevedo.    

O técnico lusitano Paulo Morgado, do Manaus FC, também ficou empolgado com a presença dos patrícios em Manaus. Ele disse que muitos parentes dele virão de Portugal para a capital amazonense.

“Portugal caiu num grupo razoável. O pior adversário será a Alemanha. Os Estados Unidos não estão mais fortes como em Copas anteriores e devemos vencer por 2 a 0. Acredito que Portugal fica no mínimo com a segunda vaga do grupo. Já estou vendo como vou comprar o meu ingresso e de muitos familiares e amigos que virão assistir essa partida”, afirmou Morgado.

Suícos botam fé

A partida entre Suíça e Honduras também está atraindo a atenção dos suíços que moram em Manaus. O cônsul suíço Duno Gerder acredita que a equipe vai brigar com a França pelo 1º lugar do grupo E. “Acredito que a Suíça vence esse jogo contra Honduras por 2 a 1. A França será o adversário mais difícil”, avaliou Gerder.

Ingleses repercutem comentário

Mas a partida que deve mexer com os brios dos manauenses é o jogo Inglaterra e Itália. As declarações do técnico inglês, Roy Hodgson que preferia não jogar em Manaus repercutiram na cidade. O cônsul da Inglaterra Vincent Brown admitiu que o grupo do time inglês é complicado.

“Todo mundo está dizendo que estamos no ‘grupo da morte’, são três campeões mundiais (Inglaterra, Itália e Uruguai), teremos que jogar muito bem para passar para a próxima fase. Temos uma boa equipe, mas não temos craques como Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo. Vou para assistir à vaia que eles vão levar porque disseram que não queriam jogar aqui por causa do calor”, admitiu Brown.

Já o chefe da Cultura Inglesa em Manaus, Paul Hardy, saiu em defesa do seu compatriota da Terra da Rainha, o técnico Roy Hodgson. “Os dois times vão enfrentar o calor e será um bom jogo. Acredito que a Inglaterra vence por 1 a 0. Acho que o técnico fez um simples comentário e foi mal interpretado”, amenizou.