Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Com medo de novas agressões, Flamengo reforça a segurança na volta ao Rio de Janeiro

Depois que torcedores atacaram o defensor André Santos no estádio Beira-Rio, a diretoria do clube carioca resolveu se prevenir e requisitou ajuda da PM


Juntamente com o goleiro Felipe, Ney Franco foi muito xingado no desembarque da equipe no Rio.

Juntamente com o goleiro Felipe, Ney Franco foi muito xingado no desembarque da equipe no Rio. (Reprodução/internet)

A situação do Flamengo não anda nada boa. A equipe que desembarcou no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (21) e teve que pedir apoio à Polícia Militar para sair do local. Todo o aparato de segurança se deu após a goleada sofrida diante do Internacional, na tarde do domingo (20), no estádio Beira-Rio, depois que o lateral-esquerdo André Santos foi vítima de agressores rubro-negros quando saía do local. O camisa 27 do Mengo nem viajou com o time para a capital fluminense.

O clima no momento do desembarque da delegação da equipe carioca foi tenso. Sob xingamentos, jogadores e comissão técnica do rubro-negro tiveram de ser escoltados do saguão do aeroporto até a entrada no ônibus, que esperava os atletas. Pelos menos 20 torcedores aguardavam a delegação no local.

O goleiro Felipe e o técnico Ney Franco foram os mais criticados. Um cordão de isolamento foi feito pelos policiais pra proteger os jogadores. Além da PM, mais de uma dezena de seguranças do próprio clube reforçavam a ação.


De acordo com a diretoria do Flamengo, o time poderia ter embarcado no ônibus do clube ainda na pista de pouso. Porém, achou melhor enfrentar a fúria da torcida no saguão de desembarque do aeroporto, local onde transitam os passageiros, fato que deixou muitos jogadores assustados.

Sob gritos de “Vergonha. Vergonha. Time sem vergonha” e “Ôôô, quero de volta meu Flamengo vencedor”, os atletas sentiram a ira da torcida do clube após mais um revés. O rubro-negro acumula apenas sete pontos na tabela e é o lanterna da competição.

Passadas 11 rodadas  da Série A do Brasileirão, o Flamengo terá que reverter a situação caso queira fugir do rebaixamento até o fim da competição. Para isso, uma vitória contra o Botafogo no próximo final de semana, no Maracanã, é exigida pelos fãs do clube.

A diretoria o ainda não cogita uma demissão do comando técnico da equipe. Já que Ney Franco assumiu o cargo a pouco mais de dois meses, mas a verdade é que desde que chegou ao clube, o time não venceu uma partida sequer.