Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Os fantasmas se divertem no Itaquerão: Uruguai 2 x 1 Inglaterra

Em noite perfeita de Luis Suárez, o “Fantasma de 50” assombrou os ingleses que agora precisam de um verdadeiro milagre pra continuar no Mundial

Luis Suárez assombra no Itaquerão e o Fantasma de 50 continua vivo na Copa.

Luis Suárez assombra no Itaquerão e o Fantasma de 50 continua vivo na Copa. (Reprodução/internet)

A seleção do Uruguai se recuperou de derrota sofrida diante da surpreendente Costa Rica na primeira rodada da Copa do Mundo 2014 e praticamente eliminou o English Team da competição. Resta aos ingleses torcer para que os italianos vençam costarriquenhos e uruguaios nas próximas partidas para continuarem vivos no chamado “grupo da morte” da competição internacional.

O "Fantasma de 50" - como ficou conhecida a seleção uruguaia após a fatídica final contra os brasileiros na Copa de 1950 – resolveu ressuscitar na noite desta quinta-feira (19) na Arena Corinthians, em São Paulo. A vítima do enorme susto foram os calorentos britânicos, que mesmo com a temperatura amena (cerca de 17 graus), não correram o suficiente para conseguir parar o veloz Luis Suárez.

O atacante do Liverpool, da Inglaterra, foi poupado diante da Costa Rica na primeira rodada, por estar se recuperando de uma artroscopia no joelho esquerdo. A cirurgia aconteceu há apenas 29 dias e o atleta era dúvida na equipe. A volta do craque da “Celeste Olímpica” foi em grande estilo, com dois gols, e o jogador saiu do gramado do Itaquerão como o herói do jogo.

Nem mesmo o primeiro gol do atacante inglês Wayne Rooney em Copas do Mundo (esse é o terceiro Mundial do jogador) ofuscou a vitória dos bicampeões mundiais. Com o resultado, o Uruguai somou três pontos e decidirá a vaga nas oitavas de final do torneio diante da Itália no próximo dia 24 de junho, na Arena das Dunas, em Natal.

Já a seleção inglesa precisará de uma combinação de resultados para seguir viva na competição. Os ingleses terão de torcer pelo triunfo italiano contra a Costa Rica, em partida marcada para esta sexta-feira (20), na Arena Pernambuco, no Recife, assim como o próprio Uruguai na derradeira rodada da primeira fase - além de ter de golear os costarriquenhos no dia 24 de junho, no Mineirão, em Belo Horizonte.