Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

'Todos os jogadores de Portugal são perigosos, ele (CR7) não é o único', diz goleiro dos EUA

Em coletiva de imprensa neste sábado (21), Tim Howard enalteceu CR7, porém defendeu estratégia da equipe norte-americana. "Temos um plano de jogo e se conseguimos executar será importante”, afirmou

Jermaine Jones (meio-campo) e Tim Howard (goleiro), dos EUA, durante coletiva em Manaus

Jermaine Jones (meio-campo) e Tim Howard (goleiro), dos EUA, durante coletiva em Manaus (Márcio Silva)

Depois de uma atuação apagada diante da Alemanha, na estreia da Copa do Mundo – quando a seleção de Portugal foi derrotada por 4 a 0 - Cristiano Ronaldo terá uma nova chance, neste domingo (22), em Manaus, para mostrar porque é o melhor jogador do planeta. Mas no que depender de Tim Howard, goleiro dos Estados Unidos, o português não terá vida fácil.

Durante coletiva de imprensa, neste sábado (21), na Arena da Amazônia, Howard – ex-colega de CR7 do Manchester United, falou sobre muitas coisas, mas principalmente sobre as qualidades da principal estrela de Portugal.

"Acho que há diversos pontos positivos sobre Cristiano Ronaldo, ele tem muitas habilidades, corre rápido, ataca pela direita e pela esquerda, enfim é uma lista enorme, afinal ele é o melhor do mundo. Mas temos um plano de jogo e se conseguimos executá-lo será importante”, revelou o goleiro da equipe americana.

"Nós sabemos que ele (CR7) sempre foi especial, é um jogador incrível. Sim, talvez você se perca no jogo se prestar muita atenção nele. Mas temos que ter consciência de que todos os jogadores de Portugal são perigosos, ele não é o único”, afirmou.

Questionado se aprendeu algum segredo para marcar e impedir que Cristiano Ronaldo faça gols, na época em que jogaram juntos no Manchester United, Tim Howard disse que não.

"Eu espero que ele (CR7) não marque gol, vou tentar impedir, não tem nenhum segredo para marcá-lo ou tentar pará-lo em campo, ele é um jogador top. Já joguei contra jogadores especiais como ele, venci algumas vezes e perdi outras, espero vencer amanhã. Vencer é a nossa motivação, vamos lutar com muita garra para alcançarmos um bom resultado”, completou.


Jermaine Jones, Tim Howard e o técnico Klinsmann. Foto: Márcio Silva

JERMAINE JONES FALA SOBRE OS DESFALQUES DE PORTUGAL

Para o jogo deste domingo (22), na Arena da Amazônia, Portugal tem três desfalques confirmados e uma dúvida – ainda não há confirmação se o zagueiro Bruno Alves terá condições de jogar. Mas os Estados Unidos não estão preocupados com isso, segundo o meia Jermaine Jones, eles estão concentrados na partida e na vitória, apenas.

"Não estamos preocupados com o que está acontecendo lá (Portugal). Quem quer que venha fará um grande trabalho. Somos unidos e temos um bom time, que está bem, não baixamos a cabeça contra Gana e também não vamos baixar para Portugal. O que importa é a união e a concentração da equipe”, disse Jones.

O meia completou dizendo que a equipe está buscando um equilíbrio e que Portugal não é uma seleção de um único jogador.

"Temos que encontrar o equilíbrio. Desde de manhã (sábado) ele (Klinsmann) não fala mais sobre Portugal. Temos que fazer com que eles se defendam, temos que fazer com eles trabalhem para nós. Não vamos dar ênfase apenas na marcação do CR7, estamos 100% concentrados, temos confiança nas laterais, Portugal não tem apenas um bom jogador, por isso temos que ficar de olho em toda a equipe”, finalizou.


Veja imagens do treino dos Estados Unidos