Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Em retrospecto contra o Brasil, Alemanha é freguesa em confrontos do Mundial

Em 21 partidas oficiais entre as duas seleções, o Brasil venceu 12 vezes, contra quatro empates e cinco vitórias alemães. Em se tratando de gols, Brasil se supera

Ronaldo após os 2 gols que marcou sobre a Alemanha

Ronaldo após os 2 gols que marcou sobre a Alemanha (Divulgação)

A história não entra em campo, dirão os mais céticos quanto a estatísticas e dados históricos. Mas na caixinha de surpresas do futebol, a Copa do Mundo é o território sagrado da tradição. Embora tenhamos tido grandes surpresas neste Mundial, mais uma vez veremos uma semifinal com quatro grandes potências em campo: Brasil, Alemanha, Holanda e Argentina.

Mas apesar de o Brasil ter tanto respeito, e até certa dose de receio, diante da sempre forte Alemanha, país que mais participou de finais de Copa do Mundo na história (ao lado do Brasil) - com sete disputas e três títulos -, o rival europeu de futebol cerebral e bem organizado tem um péssimo repertório diante da camisa amarelinha.

Em 21 partidas oficiais entre as duas seleções, o Brasil venceu 12 vezes, contra apenas quatro empates e cinco vitórias alemães. Em se tratando de gols, são 39 tentos marcados pelo Brasil contra 24 dos rivais europeus.

Já em Copas do Mundo, a vantagem brasileira é total. Isso porque houve apenas um jogo entre as duas seleções. E que ainda está muito vivo na memória nacional, pois nos rendeu a quinta estrela de campeão mundial e o prêmio a Ronaldo de artilheiro da Copa do Mundo (ver boxe).

Por outro lado, as duas últimas partidas entre Brasil e Alemanha mostram o quanto os adversários históricos estão nivelados. Em 2011, com a dupla Neymar e Ganso, perdemos por 3 a 2. Os alemães jogaram em casa, na cidade de Sttutgart.

Os gols germânicos foram marcados por Schweinsteiger, de pênalti, Mario Götze, e Schurrle. Os três jogam no time atualmente. Já os gols brasileiros foram convertidos por Robinho, também de pênalti, e Neymar, em jogada pela esquerda nos acréscimos da partida.

A penúltima partida faz mais tempo. Foi na Copa das Confederações de 2005. O placar da partida também terminou em 3 a 2, mas dessa vez para o Brasil, com dois gols de Adriano e um de Ronaldinho Gaúcho.

Que, hoje, ao menos hoje, a História entre em campo, assim como a torcida brasileira faz e vai continuar fazendo para empurrar o Brasil ao tão sonhado hexacampeonato mundial.

Brasil 100% em Copas do Mundo

Temos boa lembrança da Alemanha em Copa. No singular, sim, porque foi apenas uma vez. Em 2002, na Copa do Mundo, no primeiro Mundial realizado em dois países: Japão e Coreia do Sul. Desacreditada por setores da imprensa e boa parte dos torcedores brasileiros, a Seleção chegou à Ásia abalada pela perda de seu capitão, o volante Emerson.

Porém, aquele time fez a melhor campanha brasileira na história das Copas do Mundo.

Na final, o Brasil encarou justamente a Alemanha do excelente goleiro Oliver Kahn, considerado o melhor jogador daquela Copa pela Fifa. Mas apenas porque a eleição aconteceu antes da grande final.

Pois foi justamente numa falha do goleiro alemão, que deixou a bola escapar após chute de Rivaldo da intermediária, que saiu o primeiro gol brasileiro na Alemanha em Copas do Mundo. Ronaldo aproveitou o rebote e colocou para o fundo da rede adversária.

O outro gol também foi marcado por Ronaldo. E também foi histórico. O gol do título garantiu ao craque brasileiro a artilharia isolada daquele Mundial, com 8 gols. Após receber passe de Kleberson, Rivaldo fez o corta-luz e deixou espaço suficiente para Ronaldo matar a bola e marcar mais um. Festa brasileira e um pentacampeonato para comemorar!