Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Após briga com Naça, jogadores do Tubarão são liberados para disputar o Brasileirão

Os craques Nando, Deurick, Branco, Marinelson e Edinho Canutama estão liberados para enfrentar o Santos (AP) neste domingo (20), em Macapá

Jogadores tentam resolver diferenças no tapa em cenas lamentáveis

No último Estadual seis atletas do Princesa se envolveram em confusão (J Renato Queiroz)

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM), André Luiz de Oliveira Farias, acatou nesta quinta-feira (17) a medida cautelar do Princesa do Solimões que pedia o efeito suspensivo dos jogadores envolvidos na confusão contra o Nacional, na final do Campeonato Amazonense de 2014. Com isso, os jogadores que estavam suspensos - Nando (20 jogos), Deurick (16), Branco (5), Marinelson (6) e Edinho Canutama (6 jogos) - estão liberados para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro e podem enfrentar o Santos (AP) neste domingo, no estádio Milton Correa, o Zerão na estreia do clube amazonense na competição nacional.

“O Princesa entrou com uma medida cautelar e eu acatei. Estes jogadores podem atuar, mas a minha intenção é que até o dia 30 de julho possa acontecer um novo julgamento, agora, no Tribunal Pleno que pode confirmar as penalidades, que podem diminuir ou aumentar. Se essa liminar cair eles voltam a ficar suspensos”, explicou o presidente do TJD-AM.

O diretor técnico da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Ivan Guimarães, confirmou que os jogadores estão liberados para disputar o Brasileiro. “Os jogadores podem disputar o Campeonato Brasileiro, mas estão suspensos para os jogos do Estadual. Eles devem começar a cumprir a suspensão a partir da Copa Verde do ano que vem”, afirmou Guimarães.

A notícia deixou o técnico do Princesa, Charles Guerreiro mais tranquilo para a partida contra o Santos. “O time que vai jogar é o que vinha treinando nos últimos 30 dias e o Deurick e o Branco estão bem. Isso nos dá mais tranquilidade”, admitiu o treinador.