Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Atraso em obras do Campo Oficial de Treinamento da Colina adia jogo do Estadual

Clássico Galo Preto, marcado para 12 de abril, pela segunda fase do Campeonato Amazonense, seria no estádio que não estará pronto nessa data

Jogo entre São Raimundo e Sul América inauguraria a Nova Colina

Jogo entre São Raimundo e Sul América inauguraria a Nova Colina (Antônio Lima)

A incerteza sobre a data de entrega e a condição do gramado do Campo Oficial de Treinamento (COT) da Colina (Ismael Benigno) põem dúvida sobre a realização do jogo São Raimundo versus Sul América, o clássico Galo Preto, marcado para o dia 12 de abril, pela segunda fase do Campeonato Amazonense. O Galo Preto seria o evento oficial de inauguração do COT da Colina. Entretanto, os responsáveis pela construção do estádio do São Raimundo não garantem a conclusão dos trabalhos até essa data.

A Federação Amazonense de Futebol (FAF) já tem um plano B para o Galo Preto, segundo seu diretor de competições, Ivan Guimarães. “Nós programamos esse jogo para a Colina, no dia 12 de abril, mas não sabemos se o estádio estará apto a receber a partida. Se não der certo, vamos procurar outro estádio que esteja desocupado. Chegamos com o campeonato até aqui sem estádios, não é agora que isso vai nos impedir de continuar a competição”, afirma o dirigente.

O presidente do Sul América, Luiz Costa, gostaria que o clássico Galo Preto fosse realizado no COT da Colina. “Seria interessante pela mística do clássico, um dos mais tradicionais da cidade, e também porque a Colina é a casa do São Raimundo e do Sul América”, afirma comandante do Sulão.

UGP Copa garante data

A Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP-Copa), por meio do coordenador, Miguel Capobiango, diz que a Fifa estabeleceu o dia 20 de maio como o prazo oficial para a entrega dos COTs, e que vai cumprir o prazo antes mesmo do limite.

A data inicial de conclusão do COT da Colina prevista pelo Governo do Estado era dia 14 de março, mas foi prorrogada por mais 90 dias, ou seja, para o dia 14 de junho, dia do clássico entre Inglaterra x Itália na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. Ou seja, com o novo prazo limite correria o risco de uma das seleções não ter COT para realizar treinamento (caso pretenda), considerando a data máxima para 14 de junho.

O coordenador-geral da UGP Copa do Mundo em Manaus, Miguel Capobiango, garante, no entanto, que o COT da Colina será entregue até o final de março, antes da data estabelecida pela Fifa (20 de maio). “O estádio está praticamente pronto. O que faltam são obras operacionais e de acabamento. O estádio em si está pronto. Agora, teríamos que avaliar se o gramado terá condição de jogo no dia 12 de abril pelo Campeonato Estadual. A grama já foi colocada e recebeu o seu primeiro corte na semana passada. Mas não saberia dizer, hoje, se teria condição de receber uma partida no dia 12 de abril”, explica o gestor.

Obra acelerada

As obras do estádio Ismael Benigno, conforme a UGP, estão com 85% de conclusão e em fase final de acabamento das arquibancadas, bilheterias, banheiros e vestiários, além de finalização da subestação de energia. Os funcionários da Tecon, responsável pela obra, não trabalham em ritmo dobrado, cumprem apenas o horário diário.

O evento inaugural do COT da Colina, que vai custar R$ 16, 154 milhões, de acordo com o Governo do Estado, ainda é um ponto de interrogação.

Entre data oficial e prazo esticado, nota-se a evolução da obra, mas ainda não completamente pronta. Isso há menos de três meses do início do Campeonato Mundial.

O COT Coroado, outro estádio que está sendo construído para treinamentos de seleções, foi interditado no dia 16 de janeiro pelo Ministério Público do Trabalho no Amazonas (MPT-AM). Durante fiscalização, foram encontrados ‘gatos’ (ligações clandestinas de energia) em todo o canteiro de obra, conforme informou na época o procurador do Trabalho, Jorsinei Dourado.

O estádio leva o nome de Carlos Zamith, em homenagem a um dos mais destacados jornalistas esportivos que passaram pelo Amazonas.

Estadual fora do Coroado

O Campo Oficial de Treinamento (COT), do bairro Coroado, na zona Leste, denominado de Estádio Carlos Zamith, o percentual de conclusão é de 90,5% da obra, segundo a UGP Copa em Manaus. O custo oficial da edificação, segundo o Governo do Estado é de R$ 14, 5 milhões.

Não houve programação de jogos do Campeonato Amazonense, porque não havia uma previsão oficial de entrega, segundo o diretor de competições da FAF, Ivan Guimarães. “Não tivemos com programar nenhuma partida do Campeonato Estadual, em razão de, quando projetamos a tabela, não haver uma data prevista para a conclusão da obra”, justifica Guimarães.

No momento, no COT do Coroado estão sendo realizados serviços de revestimento na estrutura, como colocação de cerâmica e piso, vestiários, banheiros para o público, sala de imprensa e lanchonetes. Também, está sendo processada a finalização dos serviços de alvenaria das arquibancadas, além da colocação de gradil, instalação elétrica e pavimentação da via de acesso dos ônibus. A grama também já foi plantada.