Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Com carreira vitoriosa, lutador amazonense Bibiano Fernandes já cogita sua aposentadoria do MMA

Amazonense Bibiano Fernandes, atual campeão dos pesos galos do OneFC, deu um pulo rápido em Manaus para matar a saudade de familiares e amigos

Lutador de MMA. Bibiano Fernandes, faz planos para o futuro

Lutador de MMA. Bibiano Fernandes, faz planos para o futuro (Euzivaldo Queiroz )

Atual campeão dos pesos galos (até 61kg) do OneFC (maior evento de MMA da Ásia), o manauara nascido no bairro do Coroado, Bibiano Fernandes deu um pulo rápido em Manaus para recarregar as baterias ao lado de familiares e amigos, vindo de uma vitória unânime sobre o japonês Masakatsu Ueda no último dia 2. Na passagem, o lutador conversou com o exclusividade com o CRAQUE e comentou sobre futuro, família, derrotas e aposentadoria. Confira na integra a reportagem.

Aos 34 anos você ganhou tudo no jiu-jitsu. Venceu no K1, foi campeão no Dream e é atual campeão no OneFC. O que te motiva para continuar no mundo da luta?

A vontade de fazer algo pela família e pelos meus amigos. Luto pelos irmãos de alma que tenho. Isso, acredite, me motiva. Na hora da luta, isso passa pela cabeça e dá mais gás, me deixa pilhado para vencer.

Já começou a pensar em aposentadoria?

Claro que sim. Antecipo para os amigos do CRAQUE em primeira mão que talvez faça talvez mais uma, duas ou no máximo três lutas e depois eu me aposento. 

Isso causa pânico em alguns lutadores. Já sabe o que fazer depois que parar?

Sim. Se Deus permitir, quero abrir uma academia, seja no Canadá ou no Brasil e assim, compartilhar com quiser os meus conhecimentos.

E falando em futuro. Você vive no exterior fazem muitos anos. Seu futuro é no Brasil ou fora?

Sou amazonense, manauara criado no Coroado né? Cheguei na quarta e hoje (nesta sexta-feira) vou embora. A energia daqui é sensacional.

Vim passar apenas três dias em Manaus e estou me sentindo bem. Gosto de mostrar nossa força para o mundo. Hoje onde moro estão os melhores. Mas quero mostrar sempre a nossa origem. É isso me motiva a ir longe. Vou para o caminho que Deus me encaminhar.

No teu cartel são, 19 lutas, 16 vitórias e 3 derrotas. O que ficou de lição na derrota?

As derrotas são psicológicas. Eu perco na mente, e ganho no físico. Na raça... Mas vi os vídeos da derrota e aprendi onde não errar. Por isso, sempre trabalho a mente para ser vencedor.

Uma semana pós luta, como você está?

Ainda com o olho roxo (risos). Brincadeiras à parte, estou bem. Vou para casa, ficar com a esposa, filhos e cuidar da família. Ainda estou machucado e vou descansar.