Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ex-jogador do Vasco repassa sua experiência no futebol para crianças e jovens de Manaus

O carioca Jackson Lyra, que já foi parceiro de Romário no Vasco, atende gratuitamente cerca de 100 crianças e adolescentes da Zona Oeste

Jackson não cobra nada para ensinar futebol para a garotada da zona Oeste de Manaus. Ele jogou por grandes clubes do mundo

Jackson não cobra nada para ensinar futebol para a garotada da zona Oeste de Manaus. Ele jogou por grandes clubes do mundo (J. Renato Queiroz )

Formar homens com caráter. É neste tom que o carioca Jackson Lyra, 48, repassa seus ensinamentos para crianças e jovens da zona Oeste de Manaus. Com passagens pelos times Vasco da Gama (onde jogou ao lado de craques como Romário e Mazinho), Atlético-MG, Bangu e União da Ilha da Madeira de Portugal e quase 30 anos de experiência no futebol, Jackson atende gratuitamente cerca de 100 crianças com o projeto.

Mesmo sem ser amazonense, Jackson escolheu a cidade baré para ficar, depois de ter trabalhado com ideias parecidas no Rio de Janeiro e em Portugal.

“No Rio de Janeiro montei uma escolinha de futebol vinculada ao Vasco, mas no ano de 2004 as coisas não estavam muito boas por lá. Foi quando voltei para Portugal, onde já havia jogado em 1986, pelo União da Ilha de Madeira. Lá estudei educação física, fiz curso de gastronomia, me especializei para treinar crianças de 6 a 10 (nível 4) e fiz também gestão esportiva na Universidade de Lisboa. Trabalhei no restaurante do time e tinha uma escolinha de futebol. Fiquei esse tempo por lá e foi quando em fevereiro resolvi voltar para Manaus, pois era meu sonho trazer essa experiência para cá”, contou.

Jackson esteve pela primeira vez em Manaus entre os anos de 1990 a 1995 para jogar em um time de uma empresa do Distrito Industrial. Agora, ele só pensa em repassar conhecimento às crianças. “Primeiro a educação. Respeito um ao outro e a cultura. Formar homens com caráter é a nossa meta. Se ele for um bom jogador, faremos a iniciação dele. Mas se ele não for ainda sim continuaremos o acompanhado porque não intenção, a priori, não é formar atletas e sim cidadãos”, ressaltou o idealizador.

As aulas de Jackson acontecem diariamente no CSU do Alvorada na parte da manhã e no Campos Elíseos pela parte da tarde. Os interessados em participar devem procurar a administração dos dois locais ou o próprio Jackson “Eu quero que as pessoas vejam meu trabalho. Venho caminhando sozinho e com apoio de algumas pessoas. Isso sim é você fazer o bem aos outros”, destacou ele.