Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

'Gilborg’ e Valéria Souza resolvem as diferenças no octógono na 4ª edição do Amazon Kombat

Entre os vários duelos previstos para acontecer no evento, realizado no Clube dos Sargentos e Subtenentes da PM, a disputa entre as duas é a mais esperada

Gilsely e Valéria trocam provocações antes da luta. No sábado, elas se enfrentam pelo Amazon Kombat 4.0 na Cidade Nova

Gilsely e Valéria trocam provocações antes da luta. No sábado, elas se enfrentam pelo Amazon Kombat 4.0 na Cidade Nova (Winnetou Almeida)

Neste sábado (26) acontece a quarta edição do Amazon Kombat, no Clube dos Sargentos e Subtenentes da Polícia Militar. E entre os vários duelos previstos para acontecer no evento, uma luta já vem “dando o que falar” nos bastidores e esquentando a cada dia: O duelo entre Gilsely Perêa e Valéria Souza, que promete ser um dos mais eletrizantes da noite.

Gilsely Perêa, 23, ou apenas “Gilborg” - uma homenagem a também lutadora Cris Cyborg - fará sua estreia no MMA no Amazon Kombat e já espera tomar o cinturão de sua adversária, que no ano passado venceu por W.O a mesma competição. “Como é a minha estreia na modalidade eu tive que treinar bastante o boxe, já que meu esporte inicial foi a luta livre e no chão eu já me resolvo”, ressaltou Gilborg, que pretende “quebrar” Valéria. “O MMA sempre foi minha cara. Não é que eu seja uma má pessoal, bruta, goste de brigar na rua. Não tem nada a ver com isso. É que o esporte me chama a atenção mesmo. Tirei meu aparelho depois de anos usando. Meu médico já me liberou para a luta. Estou pronta para quebrar ela”, disparou a empolgada Gilsely.

Repeteco?

A office girl e lutadora de MMA Valéria Souza, 21, adotou um tom mais light sobre o combate. Ela disse que entrará para fazer o seu melhor e que ano passado, sua adversário veio com o mesmo tom que Gilsely e que no final acabou desistindo antes de entrar no octógono. “A menina que iria lutar comigo ano passado passou o mês dizendo que ia me quebrar e quando chegou no dia ela não apareceu. Espero que isso não aconteça mais uma vez este ano né?”, provocou Valéria.