Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Jogo adiado do Nacional contra o Corinthians pode ter data definida pela CBF nesta quinta

A data oficial do jogo, válido pela segunda rodada da Copa do Brasil, ainda depende de um acordo com a TV que tem os direitos de transmissão do torneio

A primeira, das duas partidas entre Nacional e Corinthians, será disputada na Arena da Amazônia

Antes de enfrentar o Corinthians, o Naça pega o Manaus, pelo Estadual (Reprodução)

A Federação Amazonense de Futebol (FAF) divulgou nesta quarta-feira (16), que o jogo entre Nacional e Corinthians, válido pela segunda rodada da Copa do Brasil, deve acontecer no dia 30 de abril ou 7 de maio, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. A data oficial deve ser anunciada nesta quinta-feira (17) pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A definição ainda depende de um acordo com a TV que tem os direitos de transmissão do torneio.

Ainda segundo a FAF, a partida deveria acontecer na próxima quarta-feira, dia 23, mas por uma questão logística terá que ser realizada em outra data. “A diretoria do Corinthians não conseguiu vagas em voos para Manaus e por isso o confronto contra o Nacional não acontecerá no dia 23. Agora a CBF e a TV que tem os direitos de transmissão da Copa do Brasil decidirão hoje qual o dia melhor para o confronto, se dia 30 ou dia 7”, afirmou Ivan Guimarães - diretor técnico da FAF.

De olho na semifinal do Campeonato Amazonense - quando enfrentará o Manaus, no sábado, dia 19, no estádio do Sesi, Zona Leste, o atacante Fabiano, afirma, que pelo menos por enquanto, o Naça não está pensando no Corinthians.

“A falta de definição do jogo da Copa do Brasil não é um problema para o Nacional. Até porque neste momento estamos pensando no Manaus e não no Corinthians. Nosso objetivo maior é chegar à final do returno. Temos que vencer o campeonato porque só assim garantiremos a vaga para a Série D do ano que vem”, disse o jogador.

Situação Bala

Para assinar o contrato com o Nacional e poder enfrentar o Timão na Copa do Brasil, o atacante Carlinhos Bala resolveu entrar em acordo com o Fast Clube.

“Eu abri mão da rescisão, agora só tenho que assinar o documento que vai garantir a minha liberação para poder oficializar a a contratação com o Nacional”, disse Bala.

Com a possibilidade do confronto acontecer apenas no dia 30 de abril ou 7 de maio, o vice-presidente do Leão da Vila, Manoel do Carmo Chaves, o Maneca, afirmou que não tem pressa.

“A situação do Carlinhos Bala com o Nacional está certa. Ele está treinando com o grupo desde segunda, quando foi apresentado como o novo reforço para a Copa do Brasil”, comentou.

“Como o jogo só deve acontecer daqui a duas semanas estamos tranquilos quanto à oficialização do contrato dele (Bala), até porque poderemos inscrevê-lo no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até 48 horas antes da partida”, completou.

Penarol sem Felipe

Na semana decisiva contra o Princesa do Solimões, pela fase semifinal do Campeonato Amazonense, o técnico do Penarol, Eduardo Clara, perdeu o volante Felipe Cristiano, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, para a partida de sábado no estádio Floro de Mendonça em Itacoatiara (a 176 quilômetro de Manaus). Agora, o treinador do Leão da Velha Serpa vai avaliar se começa jogando com Fernando Júnior. “Vou esperar até o treino de amanhã (hoje) para definir quem vai entrar na vaga do Felipe Cristiano. Tenho algumas opções que estou avaliando. O Fernando Júnior pode começar jogando e o Juninho pode jogar um pouco mais adiantado”, afirmou o misterioso Clara.

Sobre o adversário, o treinador do Penarol disse que já conhece o Princesa do Solimões e que sabe como neutralizar o Tubarão para não ser surpreendido. “Já assisti a duas partidas do Princesa e jogamos contra eles. Estamos treinando várias jogadas ensaiadas e corrigindo posicionamento para não sermos surpreendidos. Vamos fazer valer a nossa força dentro de casa”, afirmou Eduardo Clara.