Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Jogos entre os Naças muda novamente de endereço

A disputa, que seria no mini-estádio do Fast Clube, na Ulbra, não poderá acontecer por causa do concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas

No campus Estádio passa por “últimos” ajustes antes da estreia

No campus Estádio passa por “últimos” ajustes antes da estreia (Bruno Kelly )

O local e a data do jogo entre Nacional e Nacional Borbense sofreu nova alteração. A Federação Amazonense de Futebol (FAF) confirmou nesta quinta-feira (30) que a partida acontecerá no estádio Francisco Garcia, em Rio Preto da Eva (a 80 quilômetros de Manaus), amanhã, às 15h30, e não mais no domingo, dia 2 de fevereiro, no mini-estádio do Fast Clube, na Ulbra, Zona Sul de Manaus.

No domingo, a Ulbra receberá o concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TER-AM) e por isso a partida não poderá acontecer no estádio do Fast, para não “desconcentrar os candidatos”.

“Infelizmente a data do jogo coincidiu com a data do concurso, nós tentamos fazer de tudo para manter a partida no domingo, mas a comissão do certame não liberou. Eles alegaram que os candidatos podem se sentir prejudicados com os possíveis gritos dos torcedores dos times e assim poderiam usar isso para pedir a anulação da prova”, explicou Valdemar Sjlender – diretor da Ulbra Manaus.

A princípio o confronto entre Nacional e Nacional Borbense já aconteceria em Rio Preto da Eva, mas para facilitar a logística das equipes, a FAF decidiu transferi-lo para o mini-estádio do Fast Clube.

“De última hora, precisamos fazer uma mudança na tabela. Transferimos o jogo do Nacional, que seria sábado em Rio Preto da Eva, para o campo da Ulbra, no domingo, dia 2 de fevereiro”, declarou Ivan Guimarães – diretor técnico da Federação, na quarta-feira.

Nesta quinta-feira (30), porém foi confirmado que o jogo será realizado no Francisco Garcia. O presidente do Nacional, Mario Cortez disse que a alteração não afetou o clube.

“Foi feito o que era possível para levar a partida para o campo da Ulbra, mas por conta do concurso o jogo terá mesmo que acontecer em Rio Preto da Eva. Para nós não há problemas, vamos voltar para o lugar original, vamos cumprir a tabela”, comentou o presidente.

A diretoria do Nacional Borbense, equipe de Borba (a 150 quilômetros de Manaus) lamentou a nova alteração do local e da data, mas disse que compreende a situação.

“Nós aceitamos e entendemos a situação. Mas a mudança nos causou transtornos, principalmente porque tivemos que alterar o nosso planejamento, tivemos que adiantar a viagem em um dia. O time desembarca amanhã (hoje), às 11 horas, em Manaus e segue para Rio Preto no sábado pela manhã”, disse Mario Ivan – diretor de futebol do Nacional Borbense.

Novo estádio liberado

Após o engenheiro responsável pela obra do mini-estádio do Fast assinar os documentos que faltavam para a continuação da construção, a assessoria do Implurb afirmou que por se tratar de um campo já existente, “no qual está sendo erguida uma arquibancada descoberta, em área aberta, não coberta, não há exigência do alvará ou autorização”.

O campo receberá a primeira partida do Amazonense de 2014, Fast e Sul América se enfrentam amanhã, às 15h30 no local. Segundo o diretor técnico da FAF, Ivan Guimarães está tudo certo para abertura do torneio.

“De acordo com os laudos da Polícia Militar, Vigilância Sanitária e do Corpo dos Bombeiros o estádio do Fast está apto a receber as partidas do Amazonense”, afirmou Guimarães.

Ontem, o presidente do Fast Clube, Ednailson Rozenha, confirmou a promessa do governo do Amazonas de liberar R$ 50 mil para a obra do mini-estádio.

“Sempre muito correto com o futebol Amazonense, o governador Omar Aziz teve a ideia de contribuir com a construção do estádio. Esse valor, R$ 50 mil, corresponde a 25% do valor da obra e deve ser repassado junto os R$ 250 mil (doado a todos os times do Estadual)”, disse o presidente do Fast.