Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Lutador amazonense Morramad encara duplo desafio em Campeonato Brasileiro de Boxe

Com a falta de apoio e patrocínio, o lutador vai encarar a grande oportunidade que sua própria atitude lhe proporcionou. O boxeador embarca para a capital paulista no próximo dia 30 em busca de vitória e apoio

Morramad vai embarcar para São Paulo na semana que vem e corre atrás de apoio

Morramad vai embarcar para São Paulo na semana que vem e corre atrás de apoio (Erica Melo)

Entre os dias 1º e 10 de agosto o lutador amazonense Morramad Araújo, 28, estará presente no Campeonato Brasileiro de Boxe, que ocorre em São Paulo.

Com um cartel de 49 lutas, sendo 48 vitórias e uma desclassificação, ele está invicto há quatro anos no Campeonato Estadual da modalidade. Entretanto, o boxeador, cujo nome homenageia do ex-pugilista norte-americano, Muhammad Ali, vem sofrendo fora dos ringues com a falta de apoio e patrocínio.

Segundo o boxeador, mesmo sem a ajuda dos poderes público e privado, a preparação para o seu segundo Campeonato Brasileiro tem sido intensa. Ele pretende trazer pra casa o seu primeiro título de nível nacional. “Foram cedidas apenas algumas passagens para os atletas que irão para o Brasileiro. Mas, eu acabei não recebendo essa ajuda. Tenho dado meus ‘pulos’, com ajuda de amigos, com as aulas que leciono e reunindo um dinheiro para ir para a competição. O que mais pesa em tudo isso é a estadia e a alimentação, que vai ficar em torno de R$ 2 mil”, detalhou Morramad. O boxeador embarca para a capital paulista no próximo dia 30, dois dias antes das disputas iniciarem. O objetivo é conhecer melhor o local de confronto e se ambientar. Pelo menos quatro lutas, de acordo com ele, devem acontecer durante os dez dias de combate. Ele faz parte da categoria até 75 quilos.

Falta verba, diz Secretário

Morador do bairro São José desde seus nove anos, Morramad garantiu sua participação no Brasileiro após seletiva em outubro do ano passado. Uma nova seletiva deveria acontecer este ano, mas por falta de atletas na categoria meio-médio-ligeiro, até 75kg, ele garantiu passe-livre para a disputa.

O Secretario Executivo da Sejel, Ricardo Marrocos, explicou ao MH o motivo de Morramad não ter sido contemplado com a passagem aérea. “Não existe critério. As solicitações são feitas pelas Federações e dependendo da demanda de passagens são liberadas apenas aquilo que fica dentro do nosso orçamento”, argumentou Marrocos.