Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Princesa do Solimões estreia nesta quarta-feira (16) na Copa do Brasil

Tuabarão do craque Michel Parintins estreia na Copa do Brasil diante do Brasiliense do técnico João Carlos Cavalo e do meia Zé Roberto, campeão com o Fla em 2009

Torcida do Princesa deposita confiança no parintinense

Torcida do Princesa deposita confiança no parintinense (Bruno Kelly)

O Princesa do Solimões estreia nesta quarta-feira (16) na Copa do Brasil contra o Brasiliense, às 20h30 (horário local), no estádio Roberto Simonsen, disposto a provar que a excelente campanha no Campeonato Amazonense não é obra do acaso. Mas no duelo dos “predadores”, o desafio do Tubarão não será nada fácil. A equipe da terra da ciranda, vai encarar o temido jacaré que também está acostumado a dilacerar suas vítimas no campeonato candango e veio para Manaus faminto para devorar o Princesa do Solimões sem dar chances para o jogo de volta.

Disputando sua sétima Copa do Brasil, o meia-atacante Michel Parintins, artilheiro do Princesa na temporada com 12 gols (11 pelo Estadual e um pela Copa Verde), acredita que o Tubarão precisa impor seu ritmo de jogo ofensivo em casa para conquistar um bom resultado e atuar com tranquilidade na partida de volta em Brasília.

“É uma competição difícil. Temos que ter muito cuidado com o Brasiliense, que tem jogadores experientes e perigosos. O gramado do Sesi é bom e vai facilitar o nosso toque de bola no ataque. Nesse tipo de competição mata-mata, temos que marcar gols e não levar. Jogamos em casa e temos que impor o nosso ritmo durante toda a partida”, avaliou o experiente Michel.

O zagueiro He-Man, que vai formar a zaga do Tubarão com Lídio está atento para não ser surpreendido pelo alto atacante do brasiliense, Luiz Carlos e o experiente meia-atacante, Zé Roberto, campeão brasileiro com o Flamengo em 2009.

“Assistimos ao vídeo da partida deles contra o Brasília pela Copa Verde e sabemos que precisamos ter mais atenção com o Zé Roberto no meio-de-campo e com o jogo aéreo buscando o atacante Luiz Carlos. Vamos jogar com cautela e inteligência. Nesse tipo de competição um erro pode ser fatal”, alertou.

Até ontem à noite a venda de ingressos foi considerada fraca pelo diretor de futebol do Princesa, Rapahel Maddy. Ele disse que somente 200 ingressos haviam sido vendidos. “Neste momento o Princesa do Solimões é o Amazonas na Copa do Brasil. Todas as torcidas tem que se unir e fazer a sua parte no Sesi. Em Manacapuru as vendas estão acontecendo no Café da Tuca e em Manaus na Somar Distribuidora no bairro do Alvorada em frente ao abrigo Moacyr Alves”, explicou Maddy.

Experiência do Zé vai pesar

Com passagens pelo Flamengo, Botafogo, Internacional e Cruzeiro, entre outras grandes equipes brasileiras, o meia-atacante Zé Roberto, 33 anos, é pura experiência. Campeão da Copa do Brasil em 2008, pelo Cruzeiro, ela espera ter uma boa atuação em Manaus e ajudar o Jacaré a ir o mais longe possível na competição. “Não existe jogo fácil. É uma competição onde o gol fora vale muito e o importante é vencer não importa o placar. Queremos fazer uma excelente Copa do Brasil”, afirmou Zé Roberto.

O técnico João Carlos Cavalo, que dirigiu o Nacional em 2010, disse ter trabalhado com mais da metade do time do Princesa do Solimões. “A maioria dos jogadores do Princesa já trabalharam comigo. Conheço bem a característica de cada um deles. Será um jogo perigoso, o Princesa vem motivado pela boa campanha no Estadual e nós também. Estamos preparados para sair daqui com um bom resultado”, avisou Cavalo.