Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Tubarão ‘afia os dentes para devorar’ o Gênus neste domingo (03), em Porto Velho (RO)

No coletivo de apronto realizado nesta sexta-feira (01), no estádio Ismael benigno, a Colina, os jogadores do Princesa mostraram que estão prontos para buscar a vitória pela Série D do Campeonato Brasileiro

Princesa treinou ontem no campo da Colina: time é o 5º colocado do grupo A1

A pressão deu resultado e o treino deixou a diretoria e a comissão técnica satisfeitos (Bruno Kelly)

A pressão da diretoria do Princesa do Solimões, cobrando dos jogadores, mais determinação em busca de resultados positivos na Série D do Campeonato Brasileiro, começa a dar resultados dentro de campo. No coletivo de apronto realizado nesta sexta-feira (01) no estádio Ismael benigno, a Colina, o que se viu foram jogadores correndo mais e até exagerando na vontade na disputa pela posse de bola, mostrando que o Tubarão está com os “dentes afiados” para devorar o Gênus neste domingo (03) no estádio Aluízio Ferreira em Porto Velho (RO), e conquistar sua primeira vitória na competição nacional.

De acordo com o diretor de futebol do Princesa, Raphael Maddy, ele se reuniu ontem com a comissão técnica e os jogadores cobrando mais determinação e comprometimento.

“Conversamos com a comissão técnica para que o time seja mais ofensivo. Vamos ter uma equipe diferente contra o Gênus. Aqui, ninguém é titular absoluto e vai jogar quem estiver rendendo mais em campo. Aqui, todos estão recebendo o salário em dia, tem uma ótima estrutura para trabalhar, então, a diretoria tem o direito de cobrar. Não tem essa do jogador ter passado em vários clubes, vai ter que suar a camisa e provar com rendimento dentro de campo nos jogos e não somente nos treinos”, disparou Maddy.

Termômetro

Na avaliação do cartola do Tubarão, a partida contra o Gênus vai ser o termômetro para avaliação de quem será dispensado do clube que atualmente está com um plantel de 33 jogadores. “Vamos diminuir o elenco que está inchado com aqueles jogadores que não estão sendo aproveitados nem nos treinamentos. Vai depender da avaliação do treinador. Já temos seis atacantes. Se ele (treinador) pedir mais um, vamos ter que mandar um atacante embora e assim vai funcionar para as demais posições onde forem pedidos reforços”, explicou.

A postura dos jogadores no treino de apronto vencido por 2 a 0 pelos titulares com gols de Michel Parintins e Loirinho, agradou ao técnico Charles Guerreiro. Ele testou o meia Loirinho no lugar de Renato Medeiros e Nando e Canutama no ataque no lugar de Somália e Branco. “O Loirinho entrou bem e pode começar jogando. Também testamos um ataque de mais velocidade com Nando e Canutama. Devo definir o time somente no domingo”, disse o misterioso Guerreiro.