Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Copa do Brasil: Princesa não pretende facilitar para o time do Santos nesta quinta-feira (18)

Experiência e determinação dos jogadores são os trunfos do Princesa do Solimões no jogo desta quinta-feira (08) contra o time do Santos, na Arena da Amazônia

Zagueiro Baé chuta bola observado por Toró (à esq.) e Deurick

Zagueiro Baé chuta bola observado por Toró (à esq.) e Deurick (Bruno Kelly)

O Princesa do Solimões aposta na experiência e na determinação dos jogadores para surpreender o Santos nesta quinta-feira (08), pela Copa do Brasil, às 20h50, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. E o Peixe que se cuide. No duelo “aquático”, o Tubarão está faminto e vai ter em campo quatro jogadores (Rascifran, Rondineli, Fininho e He-Man), que fizeram parte da equipe do Penarol que, em 2012, eliminou o Santa Cruz pela Copa do Brasil em pleno estádio Arruda no Recife, vencendo por 3 a 2, se recuperando da derrota em Manaus por 2 a 1.

O volante Rondineli, 32 anos, um dos mais experientes da equipe da Terra da Ciranda, já participou 11 vezes da competição nacional. Ele disse que sabe o “caminho das pedras” para que o Princesa possa surpreender os paulistas.

“Estamos bem preparados física e psicologicamente. Vamos marcar em cima o Santos sem dar espaços. Sabemos que a partida começa a ser decidida no meio-campo, com uma forte marcação e saindo rápido nos contra-ataques que podem resultar em jogadas de gols. Somente pelos clubes do Amazonas já joguei seis vezes a Copa do Brasil. O Princesa vai surpreender”, disse o experiente volante.

O meia-atacante Fininho aposta num jogo aberto em que os dois times vão buscar o ataque. Recuperado de dores no joelho direito, o jogador promete uma grande atuação.

“Time grande joga e deixa jogar e isso vai facilitar a minha movimentação e a do Michel no meio-campo para armar as joga das ofensivas do Princesa. Se eles derem espaço, vai facilitar para nós jogarmos com velocidade e surpreender o Santos aqui na nossa casa, a Arena da Amazônia”, enfatizou Fininho.

Surpresa

O técnico Marcos Piter disse que está preparando uma surpresa desagradável para os santistas. “Estou feliz por tudo que está acontecendo. O Princesa vive um bom momento no Estadual e na Copa do Brasil. O favoritismo é deles, mas no futebol existem muitas surpresas. Estamos preparando algo para surpreender o Santos aqui em Manaus. Temos condições de fazer um grande jogo, mas é preciso ter atenção durante toda a partida. Respeitamos o Santos, mas não tememos. Vamos jogar com inteligência e aproveitar as oportunidades. Tenho guardado os meus trunfos com a comissão técnica”, disse o misterioso treinador.

Oswaldo poupa cinco no Santos

O Santos quer aproveitar o desequilíbrio de forças do jogo contra o Princesa do Solimões, pela rodada de ida da segunda fase da Copa do Brasil, para fazer testes, principalmente com Lucas Lima na armação, e para acabar com a apatia que tomou conta de seus atacantes depois da vitória por 3 a 2 diante do Penapolense, em 30 de março, na semifinal do Paulista.

A folha de pagamento do clube amazonense é de R$ 140 mil por mês, pouco mais de um terço do salário de Leandro Damião. Se derrotar o Princesa do Solimões com dois ou mais gols de diferença, os santistas eliminam o jogo de volta, marcado para a próxima quinta, na Vila Belmiro, e avançam à terceira fase.

Ao tomar conhecimento do nível de desgaste de alguns titulares no jogo contra o Grêmio, o técnico Oswaldo de Oliveira decidiu tirar Cicinho, David Braz, Arouca, Cícero e Thiago Ribeiro do confronto de Manaus. Outro que fica fora é o lateral-esquerdo chileno Mena, que se recupera de inflamação no tendão de Aquiles direito e não joga mais antes da Copa do Mundo.

Bruno Uvini, contratado por empréstimo do Napoli até o fim do ano, vai estrear e se tiver boa atuação poderá fazer com que a direção desista da contratação de mais um zagueiro, para compensar as perdas dos titulares Edu Dracena e Gustavo Henrique, que se recuperam de cirurgias e só devem voltar em agosto. As condições do jogo desta quinta são favoráveis para que Leandro Damião interrompa o jejum de gols que já dura mais de um mês (o último que ele marcou foi em 30 de março).

Se ganhar, vai ter ‘bicho’

O diretor de futebol do Princesa, Raphael Maddy, confirmou ontem que a direção do clube deve pagar um “bicho” aos jogadores em caso de vitória sobre o Santos. “Estamos decidindo o percentual que será repassado aos jogadores em caso de vitória sobre o Santos. Eles estão motivados e dispostos a não deixar os paulistas levarem o nosso dinheiro e terem direito a 60% da renda em caso de vitória”, enfatizou Maddy.

Os jogadores também estão preparados psicologicamente para não se abater caso os torcedores amazonenses comecem a vaiar o Princesa como aconteceu na partida entre Nacional e Corinthians.

“Temos que ter atenção dobrada; eles tem jogadores a nivel de Seleção. Espero que a torcida nos apoie, pois é o Amazonas que está em jogo na Copa do Brasil e vamos jogar com determinação redobrada”, disse o zagueiro He-Man.

O meia-atacante Michel disse que os torcedores amazonenses deveriam seguir o exemplo do futebol paraense. “Queremos representar bem o nosso Estado. O torcedor amazonense vibra mais com os times de fora, diferente do Pará. Lá os torcedores do Paysandu e Remo apoiam os seus clubes locais integralmente e aqui o torcedor é mais apaixonado pelos time de fora”, lamentou Michel.