Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Sedes da Copa: Neste sábado (10), Cuiabá é a cidade escolhida

A Arena Pantanal, estádio construído especialmente para receber quatro jogos da Copa do Mundo, ainda não está 100% concluída, mas tudo está 'sob controle', segundo o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke

Bom, pelo menos a Arena Pantanal vai ficar pronta a tempo

Bom, pelo menos a Arena Pantanal vai ficar pronta a tempo (Divulgação)

No terceiro capítulo da série “Sedes da Copa”, o CRAQUE vai levar você, leitor, até a cidade verde, Cuiabá – conhecida também como o coração da América do Sul. Mas, por conta da preparação para a Copa do Mundo no Brasil, a capital do Mato Grosso, que chama atenção por sua generosa arborização, está literalmente em obra.

A Arena Pantanal – estádio construído especialmente para receber quatro jogos do torneio – ainda não está 100% concluída, mas tudo está “sob controle”, é o que garante o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que esteve no local no último dia 23.

Na ocasião, ele também cobrou a conclusão das obras de mobilidade urbana, que ainda não tem prazo para serem concluídas.

De acordo com a jornalista Simone Milanetti, que é amazonense, mas mora em Cuiabá há dois anos, a cidade se transformou em um enorme canteiro de obras e por enquanto pouquíssimas pessoas estão empolgadas com o Mundial no Brasil.

“Cuiabá ainda não vive o clima da Copa. A cidade está um caos por conta das obras de mobilidade. O VLT (Veículos Leves sobre Trilhos) que deveria ficar pronto até junho, talvez seja concluído somente no final do ano. Fora isso, tem os viadutos, as rotatórias e a revitalização de algumas praças”, disse a jornalista.

A Chapada dos Guimarães - um dos principais pontos turísticos da capital mato-grossense - foi interditada pela justiça, que constatou a possibilidade de desmoronamento e risco na segurança dos visitantes. Por isso, esse passeio deve estar fora do roteiro que será oferecido aos turistas no próximo mês.

“Mesmo sem a Chapada dos Guimarães os turistas da Copa terão muita coisa pra fazer em Cuiabá. Afinal, nós temos o Pantanal, a Cidade da Chapada e os museus e os shoppings todos prontos para receber os visitantes”, comentou Simone.

Por conta da demora na conclusão das obras de mobilidade e também na Arena Pantanal, Simone afirma que a população de Cuiabá teme por uma vergonha mundial.

“Nem todas as obras de mobilidade urbana ficarão prontas para a Copa, mas apesar disso sei que todos querem muito que tudo aconteça da melhor forma possível, afinal ninguém quer passar vergonha. Então, o que nos resta é torcer”, concluiu a jornalista.