Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Série ‘Sedes da Copa’ apresenta aos leitores do Craque a Cidade Maravilhosa do Brasil

O Rio de Janeiro não poderia ficar de fora da Copa no Brasil e por isso, neste sábado (17), a série especial do Craque exibe os encantos da cidade

Reforma do Maracanã foi a maior obra da cidade

Reforma do Maracanã foi a maior obra da cidade ( Divulgação Embratur)

Retrato fiel da nação brasileira, cidade do samba, do Cristo Redentor, do Pão de Açúcar, da Baía de Guanabara e das lindas praias, o Rio de Janeiro é um lugar que encanta à primeira vista. Cercado de belezas naturais e monumentos admirados por todo o planeta, a cidade não poderia ficar de fora da Copa no Brasil e por isso, hoje, na série “Sedes da Copa”, o CRAQUE apresenta a Cidade Maravilhosa.

Apesar de ser conhecida por sua alegria, a capital Fluminense parece que ainda não entrou no ritmo da “festa do futebol”, muito pelo contrário, os cariocas estão um pouco frustrados com a realização do torneio.

“As pessoas estão desiludidas, se sentem enganadas e muitas não conseguem compreender que a realização de um evento como esse nada tem a ver com o descaso das autoridades públicas com os serviços básicos, como saúde, educação e segurança. Mas acredito fielmente que assim que a Copa começar, o espírito esportivo do brasileiro e o amor pelo futebol vão tomar conta da população”, disse a carioca Bruna Lugatti, bancária.

Apesar de todo o otimismo, Bruna conta que já presenciou várias manifestações contra a Copa do Mundo e que há uma campanha grande para novas ações desse tipo no Rio.

“Uma grande parte da população carioca é a favor do evento. Saber separar os assuntos é complicado, e nem todo mundo consegue fazer isso. Existe um apelo por parte da mídia, correntes em redes sociais e outras ações contra a Copa, mas, insisto, quando o Mundial começar, o espírito será outro”, comentou.

O Rio de Janeiro é a Sede que mais receberá jogos do Mundial, no total serão sete confrontos, incluindo a final. O Maracanã, palco da Copa de 1950, é o maior estádio do Brasil e a sua reforma foi a principal obra da cidade para o evento.

“Além do Maracanã, houve o BRT Transcarioca, uma obra de mobilidade urbana, que não é uma unanimidade entre os cariocas”, concluiu a bancária.