Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Times amazonenses enfrentam drama, ansiedade, returno e novidades em campo

Nacional, Princesa do Solimões, Sul América e Fast Clube são os destaques do futebol amazonense desta terça (18). O atacante do Nacional passou por maus bocados

Atacante do Nacional recebe atendimento no campo do Gilbertão, anteontem

Atacante do Nacional recebe atendimento no campo do Gilbertão, anteontem (Rui Costa/Free lancer)

O atacante do Nacional, Leonardo, que teve afundamento do malar (osso) da face direita, após dividir uma bola na partida contra o São Raimundo, no último domingo, ainda não sabe quanto tempo será necessário para sua recuperação.

De acordo com o médico do Leão da Vila Municipal, Francisco Geraldo, o caso do atleta é cirúrgico e a recuperação deve durar mais de um mês.

“Ele com certeza vai passar por uma cirurgia. Existem três níveis de lesão para esse tipo de trauma, ainda não sabemos qual é a do Leonardo, só vamos saber amanhã (hoje), após a avaliação do cirurgião”, disse.

“Talvez seja necessário no mínimo 45 dias para que ele volte a ficar 100%”, completou Geraldo.

Leonardo, que é considerado um dos principais jogadores do Nacional, disse que em mais de dez anos no futebol esta é a primeira vez que enfrenta uma situação como esta, mas que está confiante em relação a uma recuperação rápida.

“Não sei quanto tempo terei que ficar afastado do futebol, mas confio em Deus e acredito que estarei pronto para continuar ajudando o Nacional no segundo turno do Amazonense”, afirmou o atacante.

Com a possibilidade de ficar sem Leonardo, a diretoria do Leão da Vila Municipal - que já estava em busca de um atacante - agora se apressa para encontrar dois atletas para a posição.

“Nós já iríamos contratar um novo atacante, mas agora com o que aconteceu com o Leonardo teremos que contratar dois”, disse Francisco Diá, técnico do Naça.

Líder do grupo B, com seis pontos, o Nacional enfrentará o Penarol no sábado, pela quinta rodada do Campeonato Amazonense - a partida vale uma vaga na semifinal do primeiro turno.

“Até agora nós não conseguimos nada. Vamos decidir na casa do adversário, não será fácil”, comentou Francisco Diá.

O Nacional garante a classificação com um empate, mas para o treinador o time tem a obrigação de vencer o adversário.

“Nós temos que ir para Itacoatiara para ganhar, não importa se um empate nos garante a vaga, nós temos que vencer”, completou o comandante.

Antes do confronto decisivo no Estadual, o Leão recebe amanhã, no estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru (a 80 quilômetros de Manaus), o Plácido de Castro, pelo segundo jogo da primeira fase da Copa Verde. No primeiro jogo, os times empataram em 0 a 0, no Acre e, por isso, para seguir no torneio, o Naça terá que vencer. “Futebol é jogado, não existe mais já ganhou. O excesso de confiança nos atrapalhou e nós acabamos sendo surpreendidos pelo (Nacional) Borbense, na estreia do Amazonense. Queremos continuar na Copa Verde e vamos em busca da vitória”, completou Diá.

Princesa rumo à Macapá

O Princesa do Solimões viaja nesta terça-feira para Macapá, onde enfrenta nesta quarta-feira, no estádio Zerão, o Santos-AP, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Verde. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, no Gilbertão na semana passada, para seguir no torneio, o Tubarão precisa apenas de um empate.

O time sai de Manacapuru às 6h e chega ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes entre 7h30 e 8h. O embarque rumo a Macapá (conexão em Belém) acontece às 9h30, no voo 2804 da Azul Linhas Aéreas. A equipe que vai enfrentar o Peixe da Amazônia será a mesma que venceu o time do Iranduba, no sábado, por 2 a 0, em partida válida pelo Campeonato Amazonense.

Autor de um dos dois golaços da vitória do Tubarão, o meia Michel Parintins disse que gostaria muito de fazer pelo menos um gol parecido no jogo de amanhã. “É claro que seria ótimo marcar um gol, mas o mais importante é a classificação do time. Por isso, assim como Rondinelle e Fininho, vou fazer de tudo para ajudar os nossos atacantes a marcarem”, diz Parintins.

Além dos titulares, seguem para Macapá também os seguintes atletas: Milton, Gró, Thiago Brandão, Piru, Flávio, Deurick, Rithison, Guilherme e Baé. Ficam em Manacapuru os jogadores Nando, Amaral, Toró, Neto e Paulo Costa.

Caso empate ou vença o time amapaense, o Tubarão deverá fazer um clássico regional contra o Paysandu pela próxima fase da Copa verde.

O time de Belém está com a mão na vaga, pois venceu a equipe do Náutico-RR, de goleada, por 7 a 2 na partida de ida – a volta é nesta terça-feira, no estádio da Curuzu.

Returno é foco do Sulão

Sem pontuar no Amazonense e sem chances de se classificar para semifinal do turno, o Sul América agora foca no returno. Para isso, a diretoria do clube resolveu fazer uma mudança. Marcelo Lopes vai comandar a equipe no jogo desta quarta-feira, contra o Manaus FC, enquanto José Tavares - que até semana passada estava a frente do clube - viaja hoje para Fortaleza em busca de novos jogadores.

“Para o jogo com o Manaus FC, Marcelo vai comandar o Sul América. Mas o Tavares continua conosco, depois do jogo desta quarta-feira nós vamos decidir como ficará no segundo turno”, explicou Luiz Costa, presidente do Sulão.

Tavares, que acompanhou ontem um amistoso do Sul América contra os reservas do Nacional, disse que está tranquilo e que predente voltar de Fortaleza com boas notícias.

“O Sul América precisa de bons jogadores, por isso vou assistir a dois jogos em Fortaleza para observar alguns atletas. Vou olhar principalmente os jogadores do Ferroviário”, comentou Tavares.

Esta não é a primeira vez que Marcelo Lopes assume o Sul América, em 2009 o técnico comandou dois jogos e foi auxiliar em mais dois.

“Marcelo é um amigo nosso, parceiro. Ele estava no Roraima, mas nós precisamos dele aqui e ele veio nos ajudar”, pontuou Luis Costa.

Diogo Galvão no Fast

Já classificado para a semifinal do primeiro turno do Campeonato Amazonense, o Fast Clube apresentou nesta segunda-feira um novo reforço para esta temporada. O atacante Diogo Galvão, de 31 anos, que rescindiu o contrato com o Trindade, de Goiás, há duas semanas, chegou no último sábado e, nesta segunda-feira, já participou do treino do Tricolor de Aço.

“Diogo já jogou no Goiás e também em Portugal, já foi artilheiro algumas vezes e agora chega para completar o Fast. Esta semana nós devemos fechar ainda com mais um atacante e um meia”, disse Aderbal Lana - técnico do Fast.

Oportunidade

Diogo disse que veio para a capital Manaus em busca de uma nova oportunidade, e que a organização do Rolo Compressor foi fundamental para a sua contratação.

“Eu tinha acabado de rescindir com o Trindade quando recebi o convite para jogar no Estado do Amazonas. Sei que o Fast Clube é um time que cumpre com as suas obrigações, é uma equipe organizada e isso, com certeza, contou muito para que eu aceitasse a proposta”, comentou o jogador, esperançoso em marcar gols e ajudar o Rolo Compressor a conquistar o sonhado título de campeão amazonense.

falta ritmoSem jogar há pelo menos duas semanas, o novo atacante do Fast Clube espera conseguir voltar ao ritmo de jogo o mais rápido possível.

“Estou há alguns dias sem fazer atividades físicas, mas darei o meu melhor para alcançar o condicionamento ideal e, claro, ganhar a vaga no time titular”, completou.