Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Fast e Princesa focam no 1º turno do Campeonato Amazonense; outros times locais miram no 2º

Fast Clube, Princesa do Solimões, Sul América, Nacional, Holanda, Penarol e Naça borbense aquecem as chuteiras e estratégias para importantes partidas

Pantico, camisa 9, é uma das esperanças de gol do Fast Clube

Pantico, camisa 9, é uma das esperanças de gol do Fast Clube (Clóvis Miranda)

Para garantir a vitória diante do Princesa Solimões, sábado, em Manacapuru (a 80 quilômetros e Manaus) e ficar com o título da Taça Estado do Amazonas, o Fast Clube pretende usar toda a sua força. E para isso, deve entrar em campo com um time bastante ofensivo. Nesta quarta-feira (19), o técnico Aderbal Lana - que já declarou que não abre mão de jogar com três atacantes - comandou um treino tático, dividido em dois tempos de 30 minutos, entre reservas e possíveis titulares.

Durante a atividade, o treinador pediu para os jogadores valorizarem mais o toque de bola e também testou um esquema com quatro atacantes: Carlinhos Bala, Pantico, Lacraia e Diogo. Mas deixou claro que a equipe que vai enfrentar o Tubarão só deve ser definida amanhã, antes da viagem para Manacapuru.

“Estou buscando opções, ainda não decidi quantos atacantes irei usar. Diogo e Lacraia podem ser uma opção para o segundo tempo, talvez. Vamos fazer um último treino na sexta-feira, de manhã, quando irei definir o time”, disse Lana.

Lacraia, que foi titular no empate sem gols com Princesa, no sábado passado, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, disse que está confiante quanto à vitória do Tricolor de Aço.

“Ainda não sei se serei titular, mas tenho certeza de que nós vamos conseguir um resultado positivo. Sei que jogaremos na casa do adversário, mas acredito que a torcida (deles) não será um problema, vamos em busca da vitória”, completou o atacante.

Segundo Aderbal Lana, o meio campo do Fast caiu de produção, principalmente depois que Roberto Dinamite foi afastado do grupo por conta de uma lesão.

“Falei com o Dinamite hoje (ontem) e ele deve voltar a treinar daqui a uns 10 dias. Ele faz falta, é um atleta que estava muito bem entrosado no meio campo, que caiu de produção, algo que é normal no mundo do futebol”, pontuou.

Sobre a decisão, Lana disse que Fast e Princesa são equipes bastante parecidas e que o vencedor, segundo sua avaliação, será definido nos detalhes. Ele também afirmou que a partida da Arena foi morna e sem velocidade porque o foco principal se perdeu.

“Vai ser um jogo difícil, são times muito iguais. No nosso primeiro confronto (5ª rodada do 1º turno) os dois tiveram chances, o Princesa ganhou, mas foi um jogo muito disputado. No segundo, houve aquele empate na Arena e agora, sábado, vai ser uma decisão nos detalhes”, finalizou.

Princesa poupa seu caldeirão

Por conta da forte chuva desta quarta-feira em Manacapuru, no período da manhã, o elenco do Princesa do Solimões resolveu “poupar” o gramado do estádio Gilberto Mestrinho - onde acontecerá a decisão do turno, no sábado - e treinou em um campo de grama sintética. A equipe folgou pela manhã e à tarde fez uma atividade física. “Como tivemos que ir para um campo sintético fizemos apenas um treino físico, mas que foi bastante proveitoso”, disse o atacante Nando.

Ainda segundo o atacante do Tubarão, caso não volte a chover hoje, o time treinará normalmente no Gilbertão. “Acredito que amanhã (hoje) o professor vai fazer um apronto no Gilbertão. Tenho certeza que não voltará a chover e que nós poderemos treinar com tranquilidade. Claro que é muito melhor treinar onde iremos jogar”, completou.

Nando, que se machucou no primeiro jogo contra o Santos-AP (pela Copa Verde), afirmou que está em totais condições de jogo e pronto para ajudar o Princesa a ganhar o primeiro turno. “Estou louco para jogar, estou totalmente recuperado e a disposição do treinador”.

Sulão dispensa no atacado

Se já não bastasse a indecisão do ex-treinador do Sul América, José Tavares, que chegou a anunciar que não era mais técnico do Sul América e depois voltou atrás da decisão durante o primeiro turno do Campeonato Estadual, a direção surpreendeu ao mandar embora uma “barca” de 14 jogadores e contratar nove. O “pepino” de remontar a equipe sobrou para o treinador Marcelo Lopes que estreou no empate em 0 a 0 contra o Manaus FC na quarta rodada do Campeonato Estadual.

De acordo com o presidente do clube, Luiz Costa, a decisão da dispensa foi em consenso com a comissão técnica. “O aval para as dispensas e as contratações foi um consenso entre eu e o Marcelo. Esperamos que agora, o resultado seja diferente”, disse o mandatário.

Entre as novidades, o clube do bairro da Glória anunciou a contratação do zagueiro Fernando, o volante Túlio, o meia armador Pará, o lateral-esquerdo Michel, o atacante nigeriano Gelenga, o centroavante Jac e também o atacante Laércio. Entre os dispensados estão Luciano (o tal sobrinho do rei Roberto Carlos), Artur, Virgílio, Cleber, Ian, Ney, Fredson, Ednei, Williame, Henrique e Breno.

De acordo com o presidente sul-americano, as dispensas vinham sendo feitas desde o final do primeiro turno. “Começamos a fazer as dispensas ainda no final do primeiro turno, quando empatamos com o Manaus FC pela quarta rodada e o time já estava mostrando sinais de diferença negativa. Vamos melhorar no segundo período”, garante Luiz Costa.

Leão e Holanda testam elencos

Nacional e Holanda fizeram jogo-treino nesta quarta-feira à tarde no CT Barbosa Filho, Zona Leste, como parte da preparação para a estreia das equipes na segunda fase do Campeonato Amazonense, que começa no próximo domingo . O amistoso terminou 3 a 0 para o Naça, sendo 1 a 0 no primeiro tempo, com gol do zagueiro Rodrigão e mais dois gols na segunda etapa (com as equipes reservas) gols de João Douglas e Léo Paraíba.

O treino serviu para o treinador nacionalino Francisco Diá fazer os ajustes do time que estreia contra o Manaus FC, neste domingo no estádio Roberto Simonsen, campo do Sesi.

“Gostei da movimentação do meia-atacante Luciano que entrou bem com o Chapinha no meio-campo e pode começar jogando no domingo”, adiantou Diá. A diretoria do Leão da Vila Municipal está tentando contratar, nas próxima horas, o atacante Moisés, do Anapólis (GO), que jogou ontem pelo Campeonato Goiano e deve fechar hoje com o Nacional. Já o atacante William, do Grêmio Barueri (SP), que também chegou a ser sondado pela diretoria azulina, virou carta fora do baralho, devido os valores da negociação.

A equipe que começou jogando, ontem, contra o Holanda e deve enfrentar o Manaus FC foi: Wagner; Amaral, Rodrigão, Pedrão e Eder; Nando, Negretti, Luciano e Chapinha; Fabiano e Jeferson Recife.

Penarol planeja três contratações

Isolado da grande imprensa e com atenções voltadas apenas para a preparação da equipe, o Penarol, de Itacoatiara (a 170 quilômetros da capital amazonense), treinou na terça-feira à tarde no estádio Floro de Mendonça e ontem treinou à tarde no campo do Zezinho, na estrada AM-010. Ainda com o período de contratações em aberto, uma fonte ligada ao clube que pediu para não ter o nome revelado afirmou que poderão chegar novos reforços para o Leão de Velha Serpa.

Reforços

De acordo com a fonte até sexta-feira pode chegar um zagueiro, um volante e um atacante. A presidente do clube, Patrícia Serudo está em Manaus para resolver a situação.

A eliminação diante do Nacional, gerou um mal-estar entre os torcedores e também entre os diretores do clube, já que desde 2010 a equipe não ficava fora da fase de mata-mata, explicou a fonte. Por conta da eliminação o time ficou um mês sem atividade.

PRESSÃO INTERNA

No município de Itacoatiara, já existe uma certa pressão por parte dos diretores do Leão sobre o técnico Eduardo Clara. Em caso de derrota para o Sul-América, na abertura do returno, a situação do técnico pode ficar bem complicada.

Naça borbense de olho no returno

Disposto a surpreender outra vez, assim como fez no primeiro turno do Campeonato Estadual, o Nacional de Borba cumpre uma maratona de preparação para a estréia no segundo turno, na próxima quarta-feira quando vai até a cidade de Manacapuru (distante 80 quilômetros da capital) para enfrentar o Princesa do Solimões.

E para o confronto diante do atual campeão, o treinador Francisco Robson aposta numa mudança de esquema tático para surpreender e chegar outra vez às semifinais. “Tenho experimentado um esquema com três zagueiros. Até o dia do jogo defino como entraremos em campo”, disse Robson.

Ainda segundo o treinador, a opção de testar mais uma variação tática é para melhorar o setor de criação das jogadas ofensivas. “Precisamos criar mais pelos flancos (lados) do campo. Por isso estou testando o Simão no lugar do Alemão, que está machucado. Coloquei também o Diego Bahia na lateral-esquerda e o Zizao na direita. Vamos ver como a equipe reage”, aposta o treinador. Com a partida marcada apenas para o dia 26, o Naça Borbense segue treinando no estádio Jerdilson Bentes, o Jabotão. A equipe tem alternado os treinos em um e dois turnos. O treinador disse que vai a Manacapuru, no sábado, acompanhar a final do primeiro turno entre Princesa e Fast Clube.