Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Quatro times lutam por duas vagas para as semifinais do primeiro turno do Estadual

Fast Clube e Princesa do Solimões já estão confirmados na semifinal do primeiro turno do Campeonato Amazonense, no grupo B quatro times ainda vão lutar por uma das duas vagas: Penarol, Nacional, Nacional Borbense e São Raimundo

Times enfrentam rodada de emoções no Campeonato Amazonense

Times enfrentam rodada de emoções no Campeonato Amazonense ( EVANDRO SEIXAS)

Enquanto no grupo A, Fast Clube e Princesa do Solimões já estão confirmados na semifinal do primeiro turno do Campeonato Amazonense, no grupo B quatro times ainda vão lutar por uma das duas vagas: Penarol, Nacional, Nacional Borbense e São Raimundo ainda têm chances de classificação e vão para o tudo ou nada neste fim de semana.

Amanhã, Nacional Borbense – que tem cinco pontos – enfrenta o São Raimundo, no estádio Valdomiro Gusmão, em Manaquiri (a 65 quilômetros de Manaus). Se empatar com o Tufão - e o Penarol perder para o Nacional, no mesmo dia - o Camaleão de Borba leva uma das vagas do grupo B. Se vencer, não dependerá de outro resultado, indo direto para a semifinal do Estadual.

Já o São Raimundo, com dois pontos, precisa vencer o Borbense e torcer por uma derrota do Penarol. E neste caso, chegará a mesma pontuação do Leão da Velha Serpa e Camaleão (5 pontos) e ficará com a vaga quem tiver o saldo maior de gols. A partida entre Penarol e Nacional acontecerá no Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus). Para se classificar, o Leão da Velha Serpa, que tem cinco pontos, precisa vencer.

Caso o Borbense empate com o São Raimundo, e o Penarol com o Naça, a decisão será por saldo de gols.

Para chegar à semifinal com tranquilidade, o Nacional – que tem seis pontos – precisa vencer ou empatar com o representante de Itacoatiara. Uma derrota do Camaleão para o Tufão classifica automaticamente Nacional e Penarol.

Sem chances

No domingo, Iranduba e Manaus FC jogam no estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru (a 80 quilômetros de Manaus), mas a partida será apenas para cumprir tabela, já que nenhum dos dois tem mais chances de classificação.

Até quarta-feira, o Gavião do Norte era candidato a brigar, ao lado do Princesa, pela segunda vaga do grupo A, mas como empatou em 0 a 0 com o Sul América, em Manaquiri (a 65 quilômetros da capital), não só eliminou todas as possibilidades de chegar a semifinal do primeiro turno do Campeonato Amazonense, como ainda garantiu a classificação antecipada do Tubarão.

Léo Paraíba, ex-Vasco, já treina no Nacional

Contratado para reforçar o ataque do Nacional no Amazonense, o atacante Léo Paraíba, 25, ex-Imperatriz do Maranhão (MA), se apresentou ontem ao técnico Francisco Diá, no CT Barbosa Filho.

Pela primeira vez no futebol do Amazonas, o jogador veio em caráter de emergência para ocupar a vaga de Leonardo, que sofreu, no último final de semana, afundamento do malar na partida contra o São Raimundo (o jogaor vai passar por cirurgia com recuperação prevista em 60 dias e portanto, está fora deste Estadual).

“Espero fazer o que sei de melhor que é gols e dar alegrias a torcida. Comecei no time do Imperatriz no Maranhão. Gostei da estrutura do Nacional. Ano passado joguei pelo Sampaio Correia no Brasileiro e marquei seis gols. Conquistamos o acesso para a Série B”, sintetizou o novo atacante azulino.

De acordo com Léo Paraíba, ele tem características de jogar em velocidade explorando as laterais do campo. “Também tive uma passagem pelo futebol Carioca pelo Olária e Vasco. Fui artilheiro do Campeonato Maranhense pelo Bacabal quando marquei 13 gols”, afirmou Paraíba.