Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

O melancólico adeus da Inglaterra frente a “zebra” costarriquenha

Já classificada a Costa Rica fará um treino de luxo contra o “English Team” no Mineirão, em Belo Horizonte. Mais uma vez os inventores do futebol decepcionam na Copa

A zebra Costa Rica contra a eliminada Seleção da Inglaterra.

A zebra Costa Rica contra a eliminada Seleção da Inglaterra. (Reprodução/internet)

A Costa Rica não tem nada a ver com a derrocada britânica na Copa. Aliás, Inglaterra cavou sua própria cova no Grupo da Morte. Porém, os costarriquenhos podem jogar mais uma pá de terra no pesadelo que se tornou o sonho do bicampeonato dos ingleses no Brasil. Com derrotas contra Itália, em Manaus, e Uruguai em São Paulo, os súditos da rainha dão um “bye bye” ao País do futebol.

Líderes do grupo D, os costarriquenhos apenas cumprem tabela contra a combalida Seleção da Inglaterra, às 12h (Horário local), no Mineirão, em Belo Horizonte. E só perdem o posto, caso sejam goleados pelos britânicos e haja uma chuva de gols também, no jogo entre Uruguai e Itália. Com seis pontos ganhos e um saldo de três gols, a Costa Rica poderá pegar a Colômbia ou Costa do Marfim, prováveis classificados no grupo C.

A Seleção da Inglaterra entra em campo tentando manter um tabu que dura mais de duas décadas: não perder para uma equipe da Concacaf (Confederação de Futebol da América Central e Caribe). A última derrota foi para os norte-americanos em  junho de 1993.

Para a Costa Rica, o jogo vale para manter o time focado no Mundial e se preparar com mais afinco para as oitavas de final da competição. Tida como a maior zebra da Copa até aqui, os costarriquenhos prometem aprontar mais uma supresa para cima da Inglaterra.