Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Doce oportunidade de negócios no período do Natal

Produtos natalinos aumentam faturamento em dezembro


Parceria entre Mary Portela Cupcake com o Caboquês Ilustrado

Brigadore faturou alto este ano com a diversificação de seus produtos (Lucas Silva)

Foi-se o tempo em que panetone e rabanada eram os únicos doces na ceia de Natal. As opções de sobremesas mais elaboradas e versões gourmet e achocolatadas do tradicional panetone, estão ganhando cada vez mais espaço nas mesas de Manaus e oferecendo oportunidades para quem quer ganhar um dinheiro extra nesta época do ano.

Há sete anos no mercado, a Chocolatier Talita Avelino sempre prepara uma ampla variedade de doces artesanais com a temática de celebração. “As pessoas compram bastante e fazem muitas encomendas”, afirma a chefe de cozinha e empresária. Além de oferecer produtos como panetone de brigadeiro, pirulitos de chocolate belga em formatos de árvores de Natal e Papai Noel, bombons e bolos decorados e bolacha maria recheada com brigadeiro (guloseimas que vão de R$ 10 até R$ 320), Talita monta ainda várias opções de cestas com os produtos.

“Elas são muito procuradas por empresas, para presentear os funcionários. Esse ano, inclusive, foi bastante atípico, pois recebemos muitas encomendas de empresas, geralmente recebemos mais para ceias familiares”, frisa a empresária. As cestas da Chocolatier variam entre R$ 60 e R$ 350. “Depende do que é colocado nelas, algumas incluem até garrafa de mini Chandon”.

A Brigadore também aproveita a época para oferecer um produto diferenciado e faz sucesso com os clientes. Há um ano no mercado, a brigaderia gourmet vende, pelo segundo Natal consecutivo, o Brigatone. Com massa artesanal, recheio e cobertura de brigadeiro de chocolate belga e embalagem especial, o doce custa R$ 60.

Mesmo com o preço acima da média dos panetones de chocolates oferecidos no mercado, mil peças de Brigatone foram vendidas até o dia 17 desse mês. “O produto fica mais caro porque é feito artesanalmente e com os melhores produtos do mercado. Os clientes sentem a qualidade e não hesitam em comprar. Muitos, inclusive, fazem questão de nos dar o feedback, dizendo que adoraram a receita”, afirma o empresário Thiago Castro.

Assim como na Chocolatier da Talita Avelino, a Brigadore recebeu bastante pedidos de empresas este ano. “Algumas pedem cerca de 200 Brigatones. Nesses casos, oferecemos descontos e vendemos por aproximadamente R$ 45 a unidade”, conta.

Parceria

E quem disse que só empresas alimentícias estão aproveitando a ideia? A camiseteria Caboquês Ilustrado viu nos doces uma ótima oportunidade para promover as vendas das canecas com expressões regionais. A empresa lançou, essa semana, uma parceria com a Cupcake e Doces Mary Portela e está oferecendo aos clientes a opção de comprá-las com um bolinho recheado dentro.

“A ideia é presentear a pessoa duas vezes, com a caneca e com o bolo decorado. Quem comprar no nosso quiosque pode levá-la ao quiosque da Mary (ambos ficam no Manauara Shopping). Por mais R$ 7, ela enche a caneca com o bolo da preferência do cliente. É o primeiro ano que fazemos isso, mas o resultado está sendo positivo. As pessoas elogiaram bastante nas redes sociais e as vendas cresceram”, conta o empresário Marcos Silva.