Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

A grandiosidade dos números da 49° edição do Festival Foclórico de Parintins destrinchados

Quem assiste as apresentações dos bois na arena não imagina o que gira em torno do evento, como as 3,5 toneladas de fogos usadas pelo boi-bumbá Caprichoso nas três noites ou as 112 toneladas de ferros utilizadas pelo Garantido

As maiores alegoarias do festival chegam a 22 metros

As maiores alegoarias do festival chegam a 22 metros (Euzivaldo Queiroz)

Uma festa de tamanho colossal no meio da Amazônia e que atrai milhares de pessoas do País e do mundo, o Festival Folclórico de Parintins, com toda a sua exuberância, é uma festividade que possui números impressionantes.

Juntos, os  bois Caprichoso e Garantido receberam  cerca de R$ 15,5 milhões do Estado, sendo R$ 12 milhões referente ao patrocínio, R$ 1,5 milhão para a organização da Festa dos Visitantes e outros R$ 2 milhões para serem investidos na conservação da cidade. Mas estes não são os únicos números grandiosos da festa.  A CRÍTICA fez um levantamento de outros dados que fazem do 49º Festival Folclórico de Parintins uma das principais manifestações culturais do Brasil.

Para o diretor geral da Comissão de Artes do bumbá Garantido, Fred Góes,  o festival é um evento grandioso que já conquistou o Brasil e o mundo. Mas para que nada dê errado na arena durante os três dias de apresentação, também é preciso ter cabeça fria para administrar as crises.  “Esse evento é  grandioso e precisamos estar atentos para gerenciar as crises e não permitir  que os problemas interfiram nas nossas apresentações”, disse o experiente diretor, que está à frente do espetáculo há mais de 13 anos.

Já para Zandonaide Bastos, membro da Comissão de Arte do Caprichoso, o festival é feito de detalhes que fazem a diferença dentro do Bumbódromo. Ainda segundo o diretor de galpão do Boi Azul e Branco, Augusto Balão, são esses detalhes que fazem do bumbá vitorioso. “O Caprichoso  está sempre inovando e esse ano não poderia ser diferente. As pessoas vão se surpreender com o que vão assistir nas apresentações”, destacou, sem dar muito detalhes sobre as surpresas do Touro Negro.

Segundo a Prefeitura de Parintins, este ano, aproximadamente 80  mil turistas são aguardados para participarem das três noites do festival, e vão disputar os  16,5 mil lugares referentes à capacidade do Bumbódromo, que foi reformado no ano passado. “O Festival de Parintins tem um nível artístico altíssimo. Trabalhamos para atender esse nível de qualidade”, destacou o secretário de Estado de Cultura (SEC), Robério Braga.

ILUMINAÇÃO E SOM

A iluminação do Bumbódromo foi ampliada em 40 vezes, com equipamentos de alta tecnologia utilizados em grandes espetáculos dos Estados Unidos. A sonorização além de moderna, faz parte da estrutura fixa do Bumbódromo. Todos os equipamentos de som e iluminação estão montados em uma estrutura metálica suspensa a mais de 21 metros do chão. A armação metálica lembra a cabeça de um boi e possibilita a montagem cênica dos bumbás.

SEGURANÇA

A segurança no município também foi reforçada. Cerca de 800 policiais militares foram enviados à Parintins e vão trabalhar em 25 viaturas, 16 motos e um helicóptero. Outros 76 servidores da Polícia Civil também estão na cidade para ajudar no registro de ocorrências, além de 162 bombeiros .

MATÉRIA-PRIMA

Para dar vida aos personagens das toadas, o Garantido precisa   de 112 toneladas de ferro, 9 toneladas de isopor e 8 toneladas de tecidos, dentre outros materiais, para a confecção das alegorias.

ALEGORIAS

Cerca de 300 operários se empenharam na criação e montagem das alegorias do Boi da Baixa do São José.  As maiores medem 22 metros de altura. Outros 150 operários trabalharam na parte dos rituais indígenas.

LANCHE

Foram mais de 450 lanches distribuídos para os operários  diariamente nos galpões do Garantido. Já para os três dias de apresentação no festival, o Bumbá vai distribuir até 8,4 mil garrafinhas de águas por noite.

MAIS ANTIGA

Maria do Carmo Monteverde, 76 anos, filha de Lindolfo Monteverde (fundador do Bumbá),  é uma das integrantes mais antigas do Garantido. Todos os anos ela faz questão de sair na linha de frente da Batucada.

BALDES DE TINTAS

Para deixar as alegorias do Caprichoso impecáveis em termos de pintura, foram necessários 13 mil litros de tinta do tipo PVA para pinturas básicas, mais tintas  vinilicas  e fluorescentes para fazer o acabamento perfeito.

QUEIMA DE FOGOS

A queima de fogos de artifícios também surpreendeu os brincantes caprichosos. De acordo com o diretor de galpão do Bumbá, Augusto Balão, vão ser usados cerca de 3,5 toneladas de fogos nas três noites.

PESO 

As fantasias foram confeccionadas com matérias-primas regionais, mas também importadas do Rio de Janeiro e São Paulo. As

peças pesam em média 20kg, mas podem chegar a 60kg, como as dos Tuchauas.

NÚMEROS

- 80 mil: Essa é a expectativa de turistas aguardados pela Prefeitura de Parintins  e Amazonastur, que projeta um aumento do público estrangeiro no festival, em razão de Manaus ter sido uma das subsedes da Copa do Mundo .

- 16,5 mil: É a capacidade de brincantes no Bumbódromo, que foi reformado ano passado, quando os bois Garantido e Caprichosos comemoraram o Centenário.

- 2,5 mil: É o numero total  de artistas que fazem parte do Bumbá Garantido dentro e fora da arena. Eles participaram de toda a execução do projeto 2014, que vai defender o tema “Fé”. O trabalho está sendo posto em prática há mais de 90 dias.