Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Canteiro central de avenida do Centro de Manaus será revitalizado

Trabalhos nos canteiro cental da avenida Getúlio Vargas vão permitir que os oitizeiros se mantenham saudáveis, com uma nova área permeável  entre 6 a 9 m², permitindo o aumento da umidade do solo e o fortalecimento das árvores

Aumento da área permeável das árvores evitará que as raízes continuem aflorando

Aumento da área permeável das árvores evitará que as raízes continuem aflorando (Divulgação )

Composto por oitizeiros com mais de 60 anos existentes ao longo dos quase 1,5 quilômetro do canteiro central da Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Manaus, o local via receberá atenção especial, com o aumento de área permeável para as árvores e a realização de um trabalho de paisagismo que revitalizará o logradouro.

A iniciativa teve os detalhes acertados, durante reunião entre os titulares das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Requalificação do Centro (Semex) e Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), na última quinta-feira (28), na sede da Semmas.

Além de permitir que os oitizeiros se mantenham saudáveis, o aumento da área permeável das árvores evitará que as raízes continuem aflorando e agravando o processo de quebra da calçada do passeio público.

A nova área permeável deverá ter entre 6 a 9 metros quadrados de tamanho, permitindo o aumento da umidade do solo e o fortalecimento das árvores.

Atualmente, elas estão com um espaço de apenas 2,5 metros quadrados.

A secretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Kátia Schweickardt, juntamente com o secretário de Requalificação do Centro, Raphael Assayag, e o presidente do Implurb, Roberto Moita, acreditam que tão logo seja feito o trabalho de abertura dos canteiros será possível iniciar o plantio e a revitalização propriamente dita.

De acordo com o diretor de Arborização da Semmas, Heitor Liberato, a área permeável facilita a oxigenação do solo e faz com que a raiz não suba até a superfície em busca de oxigênio.

Além disso, o aumento da permeabilidade faz que a água da chuva penetre no solo, levando a raiz a crescer na direção de onde a água está indo, mesmo que se tratem de árvores sexagenárias, como os oitizeiros da Getúlio Vargas, que chegam a ter em torno de 20 metros de altura.

Segundo Heitor, será feito um estudo para verificar quais as espécies ornamentais a serem colocadas nos canteiros. Segundo ele, as ornamentais arbustivas leguminosas, que têm capacidade de retirar o Nitrogênio da atmosfera e transformá-lo em adubo, são as mais indicadas para o local, uma vez que não competirão com as árvores.