Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Incêndio destrói parcialmente loja de materiais de construção, na Zona Centro-Oeste de Manaus

A causa do incêndio a princípio seria em virtude de um curto-circuito, conforme informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros

Movimentação na rua Rego Barros, onde loja de material de construção foi parcialmente detruída por incêndio

Movimentação na rua Rego Barros, onde loja de material de construção foi parcialmente destruída por incêndio (Evandro Seixas)

Uma loja de materiais de construção localizada na rua Rego Barros, no bairro São Raimundo, na Zona Centro-Oeste de Manaus, ficou parcialmente destruída, após um incêndio ocorrido por volta das 20h, desta terça-feira (20).

O proprietário do estabelecimento comercial, identificado apenas como Marcos, de acordo com moradores da área, foi beneficiado pelo Prosamim e aos poucos estaria retirando as mercadorias da loja, o que contribuiu para que o fogo não se espalhasse mais rápido pelo local, apesar da quantidade significativa de produtos inflamáveis lá existentes.

A causa do incêndio a princípio seria em virtude de um curto-circuito, conforme informações repassadas pelos Bombeiros.

Antes da chegada da equipe do Corpo de Bombeiros, moradores da área cortaram a fiação, para evitar que as labaredas as atingissem.

De acordo com a dona de casa Danielly Cardoso, 32, minutos antes do fogo iniciar, o dono da loja havia deixado o local. Ainda segundo ela, alguns moradores ficaram temerosos com a possibilidades das chamas se alastrarem para as suas residências devido os materiais inflamáveis, ainda presentes no estabelecimento.

“O carro dos Bombeiros até que não demorou, mas os próprios moradores daqui começaram a jogar água, para combater o fogo e também cortaram a fiação. As chamas estavam muito altas, o medo era o de que chegasse até os fios, o que seria pior”, salienta Danielly.

Saques
Tanto ela quanto outros populares que acompanhavam a ação dos Bombeiros, criticaram a forma como vem ocorrendo a remoção de pessoas beneficiadas pelo Prosamim, no beco Rego Barros.

Como alguns imóveis se encontram desocupados viraram alvos de saques. Ao lado da loja de materiais de construção, por exemplo, uma casa há pouco tempo desocupada, diariamente é invadida por adolescentes, em virtude da piscina lá existente.

Nessa segunda-feira (19), por pouco, relataram os moradores, um adolescente não morreu afogado, após ser jogado dentro da piscina. Parte da fiação do imóvel também já foi furtada.

“A mãe do adolescente trouxe uma viatura da polícia até aqui, mas não adiantou de muita coisa. O certo seria a pessoa desocupar a casa, e ela ser destruída em seguida, para evitar o que vem ocorrendo aqui”, disse a aposentada Ana Maria dos Santos, 68.