Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Pintor é preso suspeito de participar de assalto em bar na Zona Norte de Manaus

O dono do JR Bar, Raimundo Nonato, 49, informou aos policiais que estava fechando o local quando foi surpreendido pela presença de quatro homens por volta de 2h

o caso foi registrado no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP)

O caso foi registrado no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP) (Winnetou Almeida)

O pintor Ronaldo Araújo Lima, 29, foi preso suspeito de roubar R$ 12 mil de um bar na Rua Nossa Senhora da Conceição, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. A prisão aconteceu na madrugada de ontem por policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). O dinheiro não foi encontrado. Outros três comparsas estão sendo procurados pela Polícia Civil.

O dono do JR Bar, Raimundo Nonato, 49, informou aos policiais que estava fechando o local quando foi surpreendido pela presença de quatro homens por volta de 2h. O quarteto, segundo a vítima, invadiu o comércio e anunciou o assalto. Os homens estavam armados. Raimundo também afirmou ter sido atingido por uma coronhada dada por Ronaldo.

Foram rendidos o proprietário, a esposa dele, e mais dois funcionários que estavam no bar no momento do crime. Por ordem dos assaltantes, as vítimas deitaram de costas para o quarteto e foram agredidas. De acordo com Ronaldo, os quatro homens ameaçaram as vítimas diversas vezes enquanto procuravam por objetos valiosos no local assaltado.

Questionado pelo quarteto, Ronaldo disse que foi obrigado a entregar R$ 12 mil em espécie, renda do comércio. Atingido na cabeça, o dono do bar recebeu atendimento médico no Hospital Platão Araújo, na Zona Leste. Os quatro homens fugiram juntos, mas se depararam com policiais da 30ª Cicom que foram acionados por moradores do bairro.

Três assaltantes conseguiram fugir. Mesmo oferecendo resistência, Ronaldo foi preso em frente ao bar. Em depoimento à Polícia Civil, o detido colocou a culpa em um dos parceiros conhecido como “Gordinho”. O preso disse que estava em uma casa de forró quando foi chamado por esse parceiro para “resolver uma bronca”. Eles seguiram em um carro modelo siena para o bar.

Em patrulhamento de rotina, policiais da 30ª Cicom atiraram contra o chão para assustar os assaltantes. Foram apreendidos com Ronaldo um revólver de calibre 38, com numeração raspada, e três munições intactas do mesmo calibre. Mesmo detido, vizinhos ainda tentaram agredir o pintor.

Os outros três assaltantes conseguiram fugir em um veículo de placa não identificada. O caso foi registrado, por volta de 6h, no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), situado no bairro Cidade Nova, Zona Norte. Ronaldo Araújo Lima foi indiciado por roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma com numeração raspada. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.