Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Segurança da Copa em Manaus tem 14 pontos de atenção

Pontos serão monitorados do novo Centro de Comando e Controle da cidade

Na sala de comando do CICC mais de 30 órgãos públicos e entidades terão representantes vigiando os pontos de atenção. Qualquer anormalidade será registrada e os órgãos entrarão em ação

Na sala de comando do CICC mais de 30 órgãos públicos e entidades terão representantes vigiando os pontos de atenção. Qualquer anormalidade será registrada e os órgãos entrarão em ação (Clóvis Miranda)

Atentado terroristas e cibernéticos, manifestações e rebeliões no sistema prisional são ameaças variáveis que têm atenção redobrada do sistema de segurança da Copa do Mundo em Manaus. Aproximadamente cinco mil agentes de segurança, treinados em inteligência e tecnologia, vão trabalhar para neutralizar essas ações e tornar a festa mundial do futebol a mais segura da história, segundo expectativa do secretário-executivo adjunto de Segurança para Grandes Eventos, Dan Câmara.

Câmara disse que o terrorismo é uma realidade e não há como evitar que entre no Brasil, mas que é possível neutralizar ou impedir que atos terroristas aconteçam, por isso que a atenção dos órgãos de segurança foi reforçada. Segundo ele, o plano de segurança sofreram alteração desde a composição das chaves, principalmente, porque as seleções dos Estados Unidos, da Inglaterra e da Itália vão jogar no Amazonas.

O secretário-executivo informou que em Manaus há pelo menos 14 pontos de interesse de segurança da Copa. Entre eles estão o porto da cidade, o aeroporto, a rodoviária, os hotéis Tropical, na Ponta Negra, onde ficará hospedada a Família Fifa, o BlueTree, na avenida Umberto Calderaro Filho, e o Qualyt, na avenida Mário Ipiranga, que vão hospedar as delegações, além dos Centros Oficiais de Treinamentos (Cots) - um localizado no bairro do Coroado e outro no São Raimundo - e a Arena e a Ponta Negra onde irá ocorrer o Fifa Fan Fest.

Segundo o secretário de Segurança para Grandes Eventos, Oliveira Filho, foram adquiridos 4.237 kits de armamento não-letal, entre eles granadas, e até um caminhão de tumultos, que é um veículo blindado, uma espécie de “caveirão”, que deverá chegar ainda nessa semana.

O veículo será usado para transportar a tropa de forma segura e sob proteção. O mesmo tem capacidade para ao menos 30 homens e possui dispositivo que facilita o emprego de armas químicas, como gazes. No evento Tour da Taça do Mundo em Manaus, o sistema foi testado e aprovado.

Centro de Comando e Controle abre amanhã

O Centro Integrado de Comando e Controle Regional, que vai funcionar em um prédio localizado entre o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), na avenida André Araújo, será inaugurado amanhã. Ele está com todo o sistema tecnológico de segurança pronto para entrar em funcionamento.

No CICC, o ponto de concentração é a Sala de Comando e Controle onde 30 entidades estarão representadas. São órgãos de segurança pública, de segurança federal e reguladores como Anac, ANVISA, Samu, Manaustrans SMTU e Guarda Municipal. Haverá oito saletas que serão ocupados por representantes dos órgãos que coordenam centros de monitoramento ou de comando e controle como Imtrans, ABIN, CDA – Centro de Coordenação, porto e Infraero.

Na sexta-feira, operários faziam os últimos retoques e testavam os equipamentos da sala de Comando e Controle, onde ficará todo o sistema de controle. Por meio de um telão, representantes de órgãos de segurança e países das delegações poderão visualizar praticamente toda a cidade, por meio de câmeras fixas e móveis.

Em números

5 mil servidores de segurança inteligência e tecnologia serão usados para neutralizar as possíveis ações terroristas em Manaus, bem como rebeliões em unidades prisionais, manifestações e garantir que a Copa seja a mais segura da história, embora essas ações preocupem as autoridades de segurança.