Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Amazonas Energia justifica reclamações de usuários

A assessoria da Amazonas Energia frisou que as reclamações foram registradas para um universo de 3,5 milhões de usuários, o que não chega a representar 1% dos clientes da empresa

Eletrobras Amazonas Energia vai realizar a manutenção dos postes de energia em Manaus

Amazonas Energia (Antonio Menezes/ACRITICA)

A Eletrobras Amazonas Energia justificou as informações divulgadas, ontem (28/07), pela Comissão de Direitos do Consumidor da Assembléia Legislativa do Amazonas (Aleam) - a qual classificou como péssimos os serviços prestados pela concessionária com base em denúncias de usuários -, alegando que o número de reclamações é inferior ao de clientes atendidos.

Segundo os dados da CDC, a concessionária é responsável por 35% das reclamações que chegaram à comissão, entre 1º de janeiro e 25 de julho de 2011, ou seja, 980 denúncias, uma média de 140 ao mês. Foram registradas, no total, 2,8 mil reclamações, perdendo apenas para a Águas do Amazonas, alvo de 40% das denúncias.

A assessoria da Amazonas Energia frisou que as reclamações foram registradas para um universo de 3,5 milhões de usuários, o que não chega a representar 1% dos clientes da empresa.

A concessionária também informou que as reclamações registradas pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Eletrobras Amazonas Energia que mostra uma redução de 35% no volume de reclamações entre janeiro e maio de 2011, se comparado ao mesmo período em 2010, passando de 423 para 329.

Em nota, a Amazonas Energia frisou que “desde o dia 13/04/2010 não houve mais cortes de energia por falta de geração em Manaus. Com relação às reclamações referentes à taxa de iluminação pública, a Eletrobras Amazonas Energia esclarece que a referida taxa é definida pela prefeitura de cada município”.  

Com relação à substituição de postes, a empresa alega que tem sempre tentado evitar transtornos, mas informa ser impossível a substituição dos mesmos sem que haja a necessidade de desligamentos de energia de alguns consumidores.